ROTEIRO DA SEMANA

Crianças

O melhor da programação infantil carioca selecionado pela nossa crítica

Por: Bruna Talarico - Atualizado em

CINEMA

✪✪✪ A ERA DO GELO 4. Cópias dubladas e em 3D.

✪✪✪ VALENTE. Cópias dubladas e em 3D.

Confira na coluna Cinema (pág. 101) as resenhas e as salas onde as fitas são exibidas.

ESPECIAL

CIRANDA DE TAPETES. Lendas e contos do folclore brasileiro e da cultura popular de outros países abastecem o repertório do Grupo Costurando Histórias, comandado por Daniela Fossaluza. O espetáculo faz parte da programação dos dez anos do Centro de Referência Cultura Infância ? Teatro do Jockey. Após a encenação propriamente dita, as crianças são convidadas a brincar com quinze tapetes repletos de cenários e personagens, usados para dar vida a tramas como Monstros à Brasileira, A Lenda da Noite, A Lenda da Iara e Negrinho do Pastoreio (45min de histórias e 30min de brincadeira com os tapetes). Centro de Referência Cultura Infância ? Teatro do Jockey (150 lugares). Estreou em 4/8/2012. Rua Bartolomeu Mitre, 1110, Gávea, ☎ 3114-1286. Sábado e domingo, 16h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 15h (sáb. e dom.). Estac. na Rua Mário Ribeiro, 410 (R$ 4,00 a hora). Até domingo (19).

CENTRO CULTURAL BANCO DO BRASIL. Próximos convidados do tradicional projeto Sessão Criança, de atrações para os pequenos nos fins de semana, no CCBB, os palhaços Tomaz Gama e Carolina Consani vão fazer graça com as relações entre nós e nossos colonizadores lusitanos ? em 2012, o intercâmbio entre os dois países será incentivado pelas programações do Ano de Portugal no Brasil, aqui, e do Ano do Brasil em Portugal, por lá. A apresentação da dupla acontece após a exibição da sessão Festival Mickey Mouse ? Parte 3, uma seleção de filmes de animação produzidos pelos Estúdios Disney entre 1935 e 1938 (50min de sessão de cinema e 30min de apresentação). Centro Cultural Banco do Brasil ? Sala de cinema CCBB (102 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. Sábado (18) e domingo (19), 14h. Grátis. Distribuição de senhas uma hora antes.

CIRCO STANKOWICH. Palhaços, bailarinas, malabaristas, mágicos, equilibristas e outros artistas do picadeiro estão em cartaz na Praça Onze. Com 170 anos, a companhia de origem romena volta a montar sua lona no Rio depois de quase trinta anos longe da cidade ? a temporada começou na Barra, em abril. Ao longo de duas horas, o respeitável público confere um roteiro clássico de 22 números. Circo Stankowich (900 pessoas). Reestreou em 13/7/2012. Avenida Presidente Vargas, s/nº, Praça Onze, ☎ 6746-8086 e 7983-1590. Quinta e sexta, 20h30; sábado e feriados, 15h30, 18h e 20h30; domingo, 10h30, 15h30, 18h e 20h30. R$ 30,00 (cadeira lateral) a R$ 300,00 (camarote com quatro lugares). Grátis para menores de 3 anos. Crianças de 3 a 10 anos pagam meia-entrada nas cadeiras. Até 9 de setembro.

RÁDIO MALUCA. Agora no Teatro do Sesi, na Cinelândia, o programa de auditório comandado por Zé Zuca e seu companheiro de palco, o sonoplasta Rodney Mariano, trabalha, no sábado (18), o tema "Meu objeto favorito". Para ajudá-los a desenvolver o tema, a convidada é a cantora, compositora, contadora de histórias e escritora Bia Bedran. Durante o espetáculo interativo, o apresentador também conta histórias, canta e abre o microfone para a participação dos espectadores em brincadeiras variadas. (60min). Teatro do Sesi (350 lugares). Avenida Graça Aranha, 1, Centro, ☎ 2563-4163, ? Cinelândia. Sábado (18), 11h. R$ 1,00. Distribuição de senhas uma hora antes. Transmissão ao vivo pelas rádios Nacional AM 1130 kHz e MEC-AM 800 kHz.

TEATRO DE ANIMAÇÃO ? OS BONECOS PEDEM PASSAGEM. O grupo Bonecos em Ação é responsável pelo projeto de ocupação do Teatro Duse, em Santa Teresa, com atividades para todas as faixas etárias. Para as crianças, no sábado (18) e no domingo (19), às 11h, será apresentado o espetáculo A Árvore que Contava Sonho, sobre as descobertas de uma flor, nascida em uma árvore, e um menino. Os personagens são brindados com a sabedoria do tronco, através de metáforas e de três histórias da tradição oral. A fábula é narrada pela atriz e contadora de histórias Ilana Pogrebinschi em uma apresentação intimista que se vale de fantoches, máscaras e adereços. Completam o espetáculo canções tradicionais brasileiras e da tradição judaica acompanhadas ao violão e flauta transversa. Teatro Duse (100 lugares). Rua Hermenegildo de Barros, 161, Santa Teresa, ☎ 3233-1306. Sábado (18) e domingo (19), 11h. Grátis.

TURMA DA MÔNICA NO MUNDO DO CIRCO. Com a chancela dos Estúdios Mauricio de Sousa, o espetáculo reúne a turma dos quadrinhos em torno de números circenses. Cascão é o equilibrista, Magali vira uma engolidora de sorvetes, Cebolinha faz as vezes de malabarista e Mônica aparece em duas cenas: como mulher barbada e mágica. O elefante verde Jotalhão é o mestre de cerimônias. Profissionais do circo também ocupam o picadeiro. Direção de Mauro Sousa, filho de Mauricio. Turma da Mônica no Mundo do Circo (90min). Estacionamento do Bangu Shopping (700 lugares). Rua Fonseca, 240, Bangu, ☎ 2430-5130. Quarta a sexta, 20h; sábado e domingo, 15h, 17h30 e 20h. R$ 40,00. Bilheteria: 10h/12h e 13h/18h (ter.); 10h/12h e 13h/20h (qua. a dom.). IC. Até 9 de setembro.

Teatro

✪✪✪ ALADIM, de Cláudio Figueira. Autor, diretor e coreógrafo de musicais infantis com vasto currículo, Figueira aposta pela primeira vez em uma adaptação ? no caso, de uma história da coletânea árabe As Mil e Uma Noites. A inspiração mais evidente é o longa de animação Alad­din (1991), dos estúdios Disney, mas o que poderia ser uma transposição preguiçosa reserva boas surpresas. A trilha sonora abriga composições feitas para o musical, não versões para os temas da Disney, e todas são defendidas a contento. Vivido por Marcelo Torreão, o gênio é uma atração à parte, distribuindo cacos que provocam gargalhadas. Com Thadeu Torres (Aladim) e Daniele Falcone (princesa Jasmine). Direção do autor e de Carlos Artur Thiré (55min). Rec. a partir de 3 anos. Estreou em 28/1/2012. Teatro Vannucci (400 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2274-7246. Sábado e domingo, 18h30. R$ 60,00. Bilheteria: a partir das 14h30 (sáb. e dom.). IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até 28 de outubro.

ALGUMAS AVENTURAS DAS 20?000 LÉGUAS SUBMARINAS, texto de Fátima Valença sobre a obra de Júlio Verne (1828-1905). Personagens de Vinte Mil Léguas Submarinas, clássico livro do pioneiro autor de ficção científica, ganham o palco. Atrás de um monstro marinho que destrói embarcações em alto-mar, parte a expedição comandada pelo cientista francês Professor Aronax (Alexandre Dantas). Quando sua fragata é atingida pela criatura, o professor, seu assistente Conselho (Augusto Madeira) e o mestre arpoador Ned Land (Erom Cordeiro) se salvam subindo no misterioso corpo sólido mais tarde revelado como um submarino: o Nautilus. Capturados como inimigos prisioneiros pelos tripulantes, os homens são levados ao misterioso líder da nave, o Capitão Nemo (Mouhamed Harfouch). Ele, por sua vez, os apresenta ao desconhecido e inexplorado fundo do mar. O espetáculo se vale de bonecos gigantes, cenários mágicos, músicas e projeções para contar, com humor, a história fantástica. Adaptação e direção de Antonio Carlos Bernardes (60min). Rec. a partir de 5 anos. Estreou em 11/8/2012. Teatro Oi Casa Grande (950 lugares). Avenida Afrânio de Melo Franco, 290, Leblon, ☎ 2511-0800. Sábado e domingo, 16h. R$ 60,00 a R$ 70,00. Bilheteria: 15h/20h (ter. e qua.); 15h/21h30 (qui. e sex.); a partir das 12h (sáb. e dom.). IC. Cc: todos. Cd: todos. Estac. no Shopping Leblon (R$ 3,00 a primeira meia hora). Até 30 de setembro.

ANTES QUE O GALO CANTE. Com dezesseis anos de atuação, a companhia Os Ciclomáticos ocupa o centro cultural em Santa Teresa nos domingos de agosto. A trupe encena a fábula sobre o amor impossível entre uma gata (Nivea Nascimento) e um sabiá (Getulio Nascimento). Escrito por Ribamar Ribeiro e Fabíola Rodrigues, o texto é livremente inspirado em Romeu e Julieta, de Shakespeare. Trilha sonora de Caíque Botkay e Ricardo Silva. Direção de Carla Meirelles (60min). Rec. a partir de 6 anos. Parque das Ruínas (75 lugares). Rua Murtinho Nobre, 169, Santa Teresa, ☎ 2224-3922. Domingo, 11h. Grátis. Até dia 26.

AS AVENTURAS DE PEDRO MALASARTES, de Solange Lima. Tipo folclórico da Península Ibérica, o personagem dado a mil artimanhas adaptou-se bem aos enredos de causos brasileiros. Pedro volta ao palco em montagem de Dinho Valladares, que já havia dirigido o espetáculo em 2008. Agora, o moleque arteiro (Matheus Martinely) ganha versão mais contemporânea. A trama, no entanto, permanece a mesma: fugindo de uma confusão que aprontou, o protagonista conhece e torna-se amigo de Maria Linda de Morrê (Elisa D´Oliveira), moça bonita e boa, e seu noivo, Severino Bill (Rafael Naves). Eles encontram Mara Feia Pra Caramba (Raianny Rodrigues), uma mulher de coração partido e incapaz de suportar a felicidade entre casais, que lança um feitiço sobre os apaixonados. Cabe, então, a Pedro Malasartes desfazer a confusão. Com nove músicas inéditas, compostas por Sérgio Cleto, a peça se desenvolve nos moldes de um musical (50min). Rec. a partir de 2 anos. Estreou em 11/8/2012. Sede da Cia. de Teatro Contemporâneo ? Teatro I (100 lugares). Rua Conde de Irajá, 253, Botafogo, ☎ 2537-5204. Sábado e domingo, 17h30. R$ 30,00. Até 21 de outubro.

BAGUNÇA NO ZOOLÓGICO, de Cláudio Figueira. Um dos grandes sucessos da carreira do autor (responsável também pelo texto de Aladim, em cartaz no Teatro Vannucci), o espetáculo da companhia Só de Sapato, que estreou em 2009, volta ao circuito. Na história, um trio de pinguins disputa uma corrida, mas pega a correnteza errada e vai parar em um zoológico. Os ingênuos Pingo (Marcelo Klein) e Gota (Rodrigo Souza) caem nas graças das patas Pataqui (Sara Marques) e Patacolá (Martina Blink e Cristiana Pompeo, revezando-se ao longo da temporada). Enquanto isso, o marrento Tocha (Carlos Viegas) faz amizade com o pavão Nicolau (André Lemos). Uma confusão se arma até a chegada da jovem Aline (Marina Motta) e da girafa Abrileia (Simone Centurione e Teka Balluthy, também se alternando). Direção do autor e de Carlos Artur Thiré (60min). Rec. a partir de 1 ano. Reestreou em 14/7/2012. Teatro das Artes (457 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2540-6004. Sábado e domingo, 17h. R$ 60,00. Bilheteria: a partir das 14h (sáb. e dom.). Cc: M e V. Cd: R e V. IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até 30 de setembro.

✪✪✪ HISTÓRIA DE LENÇOS E VENTOS, de Ilo Krugli. Um dos grupos de teatro infantil mais importantes do país, com Krugli entre seus fundadores, o Ventoforte tem sua primeira peça, de 1974, remontada pela Cia. Guerreiro. A trama se desenvolve como um teatro de fantoches proposto por um grupo de crianças em um quintal. Do varal e de objetos do cotidiano saem os singelos e criativos personagens. A protagonista da história é Azulzinha do Quintal (Anna Machado), um lenço azul com espírito aventureiro que foge graças ao vento da madrugada, metáfora para a liberdade. Desprotegida, acaba sendo levada para uma cidade fria e monótona governada pelo Rei Metal Mau (Ipojucan Dias), que quer casar com ela. Cabe, então, ao Papel de Jornal (Jorge Farjalla) resgatá-la. Sem muitos recursos de apoio, a obra se vale da imaginação do público e da constante interação para levar adiante a simpática história. Leandro Finotti (flauta) e Breno dos Reis (violão) escoltam o elenco, tocando ao vivo. As músicas são de Krugli e Caique Botkay, outro dos fundadores do Ventoforte. Direção de Jorge Farjalla (45min). Estreou em 14/7/2012. Rec. a partir 3 de anos. Sesc Rio Casa da Gávea (80 lugares). Praça Santos Dumont, 116, Gávea, ☎ 2239-3511. Sábado e domingo, 16h. R$ 30,00. Bilheteria: a partir das 13h30 (sáb. e dom.). Até dia 26.

✪✪✪ JOAQUIM E AS ESTRELAS, de Renata Mizrahi. Contemplada com o Prêmio Zilka Salaberry 2010 de melhor texto, a peça conta a história de Joaquim (João Velho). Apaixonado pelas estrelas, o menino entra em pânico quando descobre que elas decidiram parar de brilhar porque ninguém mais olha para o céu. Para reverter a situação, ele recebe a ajuda dos amigos de escola. O entrosado elenco das temporadas anteriores teve uma substituição: no papel de Regininha, melhor amiga do protagonista, Patrícia Ubeda entra no lugar de Elisa Pinheiro. O cenário de Doris Rollemberg é simples, mas engenhoso: a mudança de lugar dos elementos do palco materializa ambientes como a sala de aula, a rua, o quarto do protagonista e até o céu. Direção de Diego Molina (55min). Rec. a partir de 5 anos. Reestreou em 11/8/2012. Imperator ? Centro Cultural João Nogueira (607 lugares). Rua Dias da Cruz, 170, Méier, ☎ 2596-1090. Sábado e domingo, 16h. R$ 25,00. Bilheteria: 14h/20h (ter. a sex.); a partir das 10h (sáb. e dom.). Até dia 26.

✪✪✪ LEONARDO ? O PEQUENO GÊNIO DA VINCI, de Ivan Fernandes. Paulo Mathias Jr. interpreta o gênio renascentista Leonardo da Vinci na infância. Amigo dos pássaros, o menino sonha em construir uma máquina de voar. Por essas e outras, é considerado um excêntrico pelo pai, Dom Pietro (Claudio Amado), e pelos moradores do vilarejo onde vive. O único que parece entendê-lo é um mercador, que pretende levar o garoto para Florença, onde ele poderá desenvolver seus talentos. Mathias Jr. lidera com muito carisma o divertido elenco, que se vale de bonecos e máscaras para valorizar a montagem. Direção do autor (60min). Rec. a partir de 5 anos. Reestreou em 4/8/2012. Teatro Maria Clara Machado (128 lugares). Avenida Padre Leonel Franca, 240 (Planetário da Gávea), Gávea, ☎ 2274-7722. → Sábado e domingo, 16h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 15h (sáb. e dom.). Estac. (R$ 10,00). Até 16 de setembro.

✪✪✪✪ A MENINA E O VENTO, de Maria Clara Machado (1921-2001). Montado pela primeira vez em 1963, o clássico foi escolhido para celebrar oficialmente os sessenta anos do Tablado, teatro-escola fundado por Maria Clara (completados, na verdade, em 2011). Como de hábito, boa parte do elenco é formada por profissionais egressos da escola ? dos doze atores, oito fizeram aulas por lá. André Mattos, figura conhecida da televisão e do cinema, interpreta o Vento. É com ele que a menina Maria (Isabella Dionísio) estabelece uma grande amizade, enfrentando a desconfiança dos adultos. Clímax da história, a cena da garota voando pelos céus nas costas do amigo foi apresentada em 1963 através do pioneiro uso de slides. Desta vez, a viagem é projetada em 3D, com direito a óculos distribuídos para a plateia. Direção de Cacá Mourthé (60min). Rec. a partir de 3 anos. Estreou em 30/6/2012. O Tablado (147 lugares). Avenida Lineu de Paula Machado, 795, Lagoa, ☎ 2294-7847. Sábado e domingo, 17h. R$ 30,00. Bilheteria: a partir das 15h (sáb. e dom.). IC. Até 16 de dezembro.

✪✪✪✪ RAPUNZEL, de Jacob (1785-1863) e Wilhelm (1786-1859) Grimm. O espetáculo, encenado pela primeira vez em 1996, inaugurou a programação infantil do Theatro Net Rio, onde permanece em cartaz. Nesta adorável adaptação de Leonardo Simões, quem dá os rumos da trama é a doméstica Celestina (Ana Moura) ? ela também interpreta, graças ao versátil figurino feito em camadas, a feiticeira que cria e aprisiona Rapunzel (Melissa Prado). A encenação, uma história contada de forma envolvente, mantém o público atento todo o tempo. Um dos trunfos da peça é o criativo cenário de Ney Madeira, repleto de utensílios como vassouras, baldes e panos que desempenham, na trama, diversas funções: a mala de roupas de Celestina é, em sua outra face, o muro que leva até a plantação de rabanetes, representados por macias bolinhas coloridas (a raiz, aliás, batiza a heroína em seu idioma original, o alemão). Esfregões presos em um cabideiro ganham vida como os grandes espinheiros que guardam a torre onde vive a protagonista. O cavalo de pau montado pelo príncipe (Pedro Maia) tem rédeas feitas de fios de telefone, além de pregadores e outros objetos domésticos de fácil identificação. É por esse ambiente fascinante que passeiam Rapunzel, a moçoila de longas tranças, e Rodrigo, seu salvador. Os atores soltam, com propriedade, a voz ao vivo, escoltados pela atriz-violonista Júlia Ludolf ? os temas desempenham sempre função narrativa, complementando as situações vividas pelas personagens. O repertório vai de canções infantis, como Se Essa Rua Fosse Minha e Tô Presa por um Cordão, a composições populares, a exemplo de Canta Coração e Canção da Despedida, ambas de Geraldo Azevedo (60min). Rec. a partir de 2 anos. Reestreou em 14/7/2012. Theatro Net Rio ? Sala Paulo Pontes (100 lugares). Rua Siqueira Campos, 143, sobreloja (Shopping Cidade Copacabana), Copacabana, ☎ 2147-8060 e 2148-8060, ? Siqueira Campos. Sábado, 15h; domingo, 11h e 15h. R$ 20,00 (domingo, 11h) e R$ 50,00 (sábado e domingo, 15h). Bilheteria: a partir das 10h (sáb. e dom.). IR. Até 2 de setembro.

✪✪✪ O REI LEÃO II ? O CICLO DA VIDA CONTINUA, adaptação de Neide Lira. Montagem da Golfinho Produções Artísticas, responsável pela versão para os palcos do longa animado O Rei Leão (1994), da Disney, o espetáculo tem cenário grandioso e caracterizações deslumbrantes dos animais da floresta. O elenco de voz afinada ? todas as músicas são cantadas ao vivo, com apoio de uma banda de quatro integrantes no próprio palco, também responsável pela música incidental ? anima as crianças a cada número cantado. Protagonista da história anterior, o leão Simba (Giuliano Candiago) agora é o rei da floresta, seguindo o legado de seu pai. Assim como ele próprio na infância, sua filha Kiara (Giselle Prates) é rebelde e acaba se envolvendo com Kovu (Vinicius Dall Olivo), um dos felinos exilados do reino. As atuações, em especial do núcleo mau da trama (Mareliz Rodrigues faz uma excelente Zira), convencem. Mas, enquanto Tathi Lopes dá vida de maneira irreverente e graciosa a Zazu, a ave conselheira, a pequena Giulia Costa, que vive a princesa Kiara na infância, não demonstra a mesma desenvoltura no palco. Nada, no entanto, que atrapalhe a sessão de divertimento sem maiores pretensões. Direção de Gustavo Barchilon (60min). Rec. a partir de 3 anos. Estreou em 14/7/2012. Teatro Fashion Mall ? Sala 1 (470 lugares). Estrada da Gávea, 899, São Conrado, ☎ 2422-9800. → Sábado e domingo, 17h. R$ 40,00. Bilheteria: a partir das 15h (sáb. e dom.). Cc: M e V. Cd: M e V. Estac. (R$ 8,00 por duas horas). Até 29 de agosto.

SURILÉA MÃE-MONSTRINHA, inspirado no livro homônimo de Lia Zatz. O elenco canta ao vivo, apoiado por gravações de músicos como Sonia Nogueira (violinista) e Luciano Vaz (violoncelo) ? ele também divide a direção musical com Carol Futuro. Em meio a música e dança, é contada a história da mãe que se desdobra em duas para criar as filhas Margarida (Raquel Penner) e Violeta (Melissa Prado), típicas irmãs implicantes. O visual de Suriléa (Virginia Maria) transforma-se ao longo da peça, especialmente após o encontro com sua própria imagem refletida no espelho e logo transposta para o mundo real (Ana Moura). A protagonista passa, portanto, a ter quatro braços, quatro pernas e duas cabeças. A cenografia de Virginia Maria reproduz os cômodos da casa e de seu entorno. Adaptação e direção de Leonardo Simões (50min). Rec. a partir de 5 anos. Estreou em 11/8/2012. Theatro Net Rio ? Sala Paulo Pontes (100 lugares). Rua Siqueira Campos, 143, sobreloja (Shopping Cidade Copacabana), Copacabana, ☎ 2147-8060 e 2148-8060, ? Siqueira Campos. Sábado e domingo, 17h. R$ 50,00. Bilheteria: a partir das 10h (sáb. e dom.). IR. Até 2 de setembro.

O TESOURO ENCANTADO ? UMA AVENTURA PELOS CONTOS DE FADAS, de Lucianna Martins e Dharck Tavares. O musical conta a história dos irmãos João (Rodrigo Moura) e Maria (Jessica Maximo), que se perdem na floresta em um passeio com um grupo de escoteiros. Neste cenário, a dupla encontra conhecidos personagens saídos de contos de fadas, como Peter Pan, Branca de Neve, Pinóquio, a Bela e a Fera. Em cena, nove atores e dois bailarinos interpretam trinta personagens. As canções, inéditas e compostas por Bruno Camurati, Thiago Garcia e Thati Lopes, são interpretadas ao vivo, sempre com coreografias de Carlos Fontinelle. Direção da autora (60min). Rec. a partir de 2 anos. Estreou em 23/7/2012. Teatro dos Grandes Atores ? Sala Azul (396 lugares). Avenida das Américas, 3555, Barra, ☎ 3325-1645. Sábado e domingo, 17h. R$ 40,00. Bilheteria: 13h/20h (ter. a dom.). Até 26 de agosto.

Fonte: VEJA RIO