Violência

Até abril, 10% dos latrocínios registrados no Rio envolveram facas

Número se manteve estável em relação ao mesmo período do ano passado

Por: Redação Veja Rio - Atualizado em

Jaime Gold
Jaime Gold: médico morreu após ser esfaqueado em assalto na Lagoa (Foto: Reprodução Internet)

O Instituto de Segurança Pública (ISP) divulgou estatísticas que apontam que, entre janeiro e abril de 2015, 10% dos casos de latrocínio (roubo seguido de morte) envolveram armas brancas (facas e objetos semelhantes). Ao todo, foram 5 ocorrências, número igual ao registrado no mesmo período do ano passado.

+ Família de médico se despede em cerimônia discreta

Entretanto, o ISP contabilizou aumento nas tentativas de latrocínio com armas brancas nos quatro primeiros meses desse ano em comparação com a mesma época do ano passado. Em 2015, foram 6 registros - contra 4 em 2014.

+ Ataque a ciclista na Lagoa faz cariocas mudarem de hábitos

Na última quarta (20), o médico Jaime Gold morreu no hospital Miguel Couto. Ele havia sido ferido por uma faca no dia anterior durante um assalto na Lagoa.

Fonte: VEJA RIO