EXPOSIÇÕES

Os expatriados

Artistas radicados longe de seu país de origem estrelam mostras na cidade

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

roteiro-expos-01-abre.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Antonio Manuel. Nascido na freguesia de Avelãs de Caminho, em Portugal, o artista mostra dezessete obras no MAM, incluindo duas instalações inéditas.

✪✪✪ Frida Baranek. Carioca, ela vem desenvolvendo carreira no exterior há mais de vinte anos ? atualmente reside em Londres. Suas criações podem ser vistas no MAM.

Gustavo Acosta. A Caixa Cultural recebe 74 trabalhos do artista cubano radicado em Miami, na maior individual dele já realizada no Brasil.

✪✪✪✪ Julio Le Parc. Um dos nomes mais destacados da arte cinética, o argentino vive em Paris desde 1958. A Casa Daros exibe 24 de seus trabalhos.

Tomie Ohtake. Radicada no Brasil desde os anos 30, a artista japonesa marca presença em duas exposições: além de estrelar a individual ✪✪✪ Pinturas Cegas, no MAR, apresenta 28 obras na coletiva Correspondências, no Centro Cultural Correios.

Fonte: VEJA RIO