Cidade

Após 4 anos, bonde de Santa Teresa volta a circular em fase de testes

Volta das operações aconteceu nesta segunda-feira, 27

Por: Redação Veja Rio - Atualizado em

Bonde de Santa Teresa
Bonde de Santa Teresa (Foto: Divulgação)

Quatro anos após o acidente que matou seis pessoas e deixou cerca de 50 feridos, o bondinho de Santa Teresa (região central do Rio) volta a circular em fase de testes nesta segunda-feira, 27. O retorno das operações acontece em um trecho entre as estações Carioca e Curvelo, de 1,7 km de extensão, 16% do percurso original dos bondinhos, de 10,5 km.

+ Obras do VLT mudam acesso ao Santos Dumont

Nesta fase de testes, não haverá cobrança de passagem. O serviço vai operar de segunda-feira a sábado, das 11h às 16h, com intervalos de 20 minutos. 

+ Secretarias de transporte se posicionam contra Uber

A lotação de cada bonde é limitada a 32 passageiros. Ao contrário do que era costume antes do acidente, não será permitido viajar em pé, nem nos estribos, que no modelo do novo bonde são retráteis e acionáveis no momento de parada nos pontos.

Apenas dois bondes irão circular nessa fase de testes, sempre com um motorneiro e um auxiliar. Outros dois bondes reservas estão aptos para entrar em operação, segundo Carlos Roberto Osório, secretário estadual de Transportes.

+ Prefeitura lança aplicativo do Sistema Alerta Rio

Osório admitiu que as obras do bondinho de Santa Teresa passaram por "vários problemas". 

A expectativa é que até o fim de agosto os trilhos sejam instalados no trecho que vai até o Largo dos Guimarães, com início dos testes previsto para outubro (com informações Estadão Conteúdo).

Fonte: Agência Estado