EXPOSIÇÕES

Honras póstumas

Reunião de 300 obras de 57 artistas homenageia Anna Maria Niemeyer no Paço Imperial

Por: Carolina Barbosa - Atualizado em

Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Fundada em 1977, no Leblon, a galeria mudou-se para a Gávea dois anos depois e ganhou filial no mesmo bairro. Após a morte, em junho, de Anna Maria Niemeyer (1931-2012), a dona que emprestava a alma e o nome ao negócio, os espaços fecharam as portas. Seu legado para as artes será lembrado no Paço Imperial a partir de quarta (12). Filha do arquiteto Oscar Niemeyer, morto no último dia 5, aos 104 anos, ela trabalhou com o pai na construção de Brasília, encarregada da criação do mobiliário de endereços como os palácios da Alvorada e do Planalto. No Rio, montou 365 exposições. Essa trajetória é evocada por cerca de 300 obras de 57 autores acomodadas em dois andares.

A homenageada teve papel importante na carreira de Jorge Guinle (1947-1987), Victor Arruda e Beatriz Milhazes. Os três artistas, além de Eliane Duarte, Efrain Almeida, Jorge Duarte e do próprio Oscar Niemeyer, ganham salas individuais na distribuição do acervo. O critério de escolha foi o da relação profissional ou afetiva. Ivens Machado não expôs nos domínios da galerista, mas foi incentivado por ela e vendeu obras à sua coleção particular. Ele vai exibir o desenho Anna Anna (2006). Uma das criações assinadas pelo pai famoso, o Retrato de Anna Maria mostra-a ainda bebê, nos anos 30. Outro tributo, A Noiva das Artes (1986), feito a caneta por Jorge Guinle, faz parte do conjunto reunido, oriundo da coleção pessoal de Anna ou cedido por artistas e colecionadores.

Lauro Cavalcanti, diretor do centro cultural e curador da mostra, buscou realizar alguns desejos não concretizados pela galerista. Pouco antes de sua morte, ela planejava exposições de Fátima Villarin e Eliane Duarte, ambas presentes na seleção final. Móveis criados em parceria com o pai completam a lista de atrações: estão lá uma marquesa, uma banqueta e uma poltrona de dois lugares, além de duas cadeiras e quatro mesas assinadas somente por ela.

Anna Maria Niemeyer ? Um Caminho. Paço Imperial. Praça XV de Novembro, 48, Centro, ☎ 2215-2093. Terça a domingo, 12h às 18h. Grátis. Até 17 de fevereiro. A partir de quarta (12). www.pacoimperial.com.br.

Fonte: VEJA RIO