EXPOSIÇÕES

Arte afetuosa

Maior individual da carreira de Luiz Zerbini, Amor reúne cerca de sessenta trabalhos no MAM

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

roteiro-exposicoes-abre.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Paulistano radicado no Rio e um dos egressos notáveis da Geração 80, Luiz Zerbini recebeu uma visitante em seu ateliê recentemente. Depois de um tempo admirando uma obra na qual o artista vinha trabalhando havia sete meses, ela disse para si mesma, em voz baixa: "Nossa, é muito amor". A frase, que Zerbini percebeu como uma tradução precisa de sua relação com o trabalho, inspirou o artista na hora de batizar sua nova exposição: Amor abre para o público na quinta (18), no Museu de Arte Moderna. Maior individual de sua carreira, a mostra reúne cerca de sessenta trabalhos da última década, entre pinturas, desenhos, colagens e uma instalação.

As obras ocuparão o 2º andar do MAM. Uma grande parede, com 8 metros de altura e 32 de comprimento, será quase inteiramente preenchida por pinturas, muitas ricas em detalhes e cores, como High Definition (2010). Além disso, o acervo conta com uma série de trabalhos em tinta acrílica sobre papel e outra feita de slides do próprio Zerbini e de seus amigos ? nos quais ele evoca questões ligadas à memória. No centro do espaço, uma mesa de madeira vai reunir elementos de referência utilizados pelo artista, como projetos, recortes de jornal, plantas e até insetos.

Luiz Zerbini. Museu de Arte Moderna. Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo, Centro, ☎ 2240-4944. → Terça a sexta, 12h às 18h; sábado, domingo e feriados, 12h às 19h. R$ 12,00. A bilheteria fecha meia hora antes. Pessoas com mais de 60 anos pagam R$ 6,00. Grátis para amigos do MAM, menores de 12 anos e para todos na quarta, a partir das 15h. Aos domingos vigora o ingresso-família: pagam-se R$ 12,00 por grupo de até cinco pessoas. Estac. (R$ 5,00 para visitantes do museu). Até 9 de dezembro. A partir de quinta (18). www.mamrio.com.br.

Fonte: VEJA RIO