Retrado da semana

Alegria apesar do 7 a 1

O carioca curtiua Copa, dando exemplos na organização e na segurança, e mostrou ao mundo que estamos preparados para os Jogos Olímpicos

Por: Lula Branco Martins - Atualizado em

alexandre-macieirariotur
Multidão acompanhando jogo de futebol por um telão na praia: em eventos oficiais da Fifa ou informalmente, nas ruas, o carioca se divertiu muito (Foto: Alexandre Macieira / Riotour)

O termo era desconhecido por muitos: Fifa Fan Fest. Inclusive houve gente se confundindo no inglês, escrevendo “fun fest”. Isso nem importa tanto. O que vale é lembrar como os cariocas curtiram a Copa do Mundo, que ocorreu entre junho e julho, reunindo-se nas ruas, às multidões, em eventos — fossem eles oficiais ou não — quase sempre realizados na paz, sem contabilizar casos graves de violência. Nesse sentido, a cidade, elevada simbolicamente à categoria de capitaldo mundo durante a competição, brilhou mais que as outras sedes país afora. Os jogos aqui disputados, todos eles num Maracanã reformado especialmente para o torneio, tiveram visibilidade tamanha que nem a ausência da seleção brasileira estragou a festa. Além disso, deu-se no Rio a final, em 13 de julho, entre Argentina e Alemanha, 1 a 0 para os germânicos, com direito a um emocionante gol na prorrogação.Sobre essa decisão, especificamente, muitos apostavam que, no que diz respeito à segurança, a organização local corria o risco de comprometer o todo. Mas tanto as comemorações dos alemães pelas ruas como as provocações dos cariocas em cima dos hermanos tristonhos aconteceram em bom termo. De qualquer forma, para acalmar os ânimos e manter a ordem, haviam sido convocados pelas forças do Estado do Rio 26 000 homens, efetivo equivalente ao que tinha vigiado todo o resto do evento, nas outras cidades. Pode-se dizer que fomos felizes na Copa — tirando, é claro, o detalhe do 7 a 1. Cantamos, abraçamos, bebemos, torcemos, gritamos, vibramos, fazendo daquela convivência com os turistase das festas que encheram Morro da Urca, Alzirão, Circo Voador, Praiade Copacabana e Lagoon a imagem mais bacana de 2014. Essa nossa alegria, enfim, foi a grande foto do ano.

Fonte: VEJA RIO