EXPOSIÇÕES

Arte do improviso

Criada para tapar um buraco, coletiva dedicada a novos nomes chega prestigiada à oitava edição

Por: Carlos Henrique Braz - Atualizado em

roteiro-exposicoes-abre.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Em 2005, os donos da A Gentil Carioca viram-se diante de um buraco na programação. Para ocupar a galeria, examinaram 200 portfólios guardados, enviados por artistas de todo o país, selecionaram um time de nomes em ascensão e reuniram suas criações em uma coletiva. Deu certo. Sempre perto do Carnaval, a mostra Abre Alas chega à oitava edição consagrada como uma vitrine de novidades da cena contemporânea. "No começo não havia tantos salões de novos artistas e, desde a segunda montagem, recebemos cada vez mais material", diz Marcio Botner, sócio do espaço ao lado de Ernesto Neto e Laura Lima.

Para dar conta da oferta crescente de candidatos, a partir de 2009 foram escalados dois curadores e um artista plástico. Daniela Labra, Marcelo Campos e Alexandre Vogler, que participou da exposição inaugural, avaliaram 300 propostas e chegaram ao número recorde de 35 participantes. Seis deles são estrangeiros, a exemplo da polonesa Alexandra Urban, do australiano James Eisen e do finlandês Kristofer Paetau. Parte das obras vai ficar no vizinho Centro de Arte Hélio Oiticica, como no ano passado, e uma delas será exibida ao ar livre: Re-árvore, escultura de madeira do alagoano Ulisses Lociks, ocupará a esquina das ruas Gonçalves Ledo e Luís de Camões.

Abre Alas 8. A Gentil Carioca. R$ 2?000,00 a R$ 25?000,00. Rua Gonçalves Ledo, 17, Centro, ☎ 2222-1651, ? Presidente Vargas. Terça a sexta, 12h às 19h; sábado, 12h às 17h. Grátis. Fecha no sábado (18). Centro de Arte Hélio Oiticica. Rua Luís de Camões, 68, Praça Tiradentes, ☎ 2242-1012, ? Presidente Vargas. → Terça a sexta, 11h às 18h; sábado, domingo e feriados, 11h às 17h. Grátis. Fecha no sábado (18) e no domingo (19). Até 10 de março. A partir de terça (14).

Fonte: VEJA RIO