EXPOSIÇÕES

À espera de Sebastião I

Lenda sobre o monarca português do século XVII inspira obras que Ivan Grilo exibe na Luciana Caravello Arte Contemporânea

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

Ivan Grilo/divulgaçÃo
(Foto: Redação Veja rio)

No último ano, durante a pesquisa feita para uma série batizada como Neblina, o paulista Ivan Grilo foi apresentado à história de dom Sebastião I (1554-1578). Diz a lenda que o 16º rei de Portugal, desaparecido em uma batalha no Marrocos, não teria morrido, mas estaria destinado a voltar a Lisboa em uma névoa, para reconstruir seu reino e restituir a glória de seu povo. Ao se aprofundar no tema do sebastianismo, Grilo descobriu outro mito, segundo o qual o monarca vive (sim, ainda vive) na Ilha dos Lençóis, localizada no arquipélago de Maiaú, no Maranhão. Histórias desse lugarejo, que Grilo conheceu pessoalmente, inspiram as dezessete obras da individual Sentimo-nos Cegos, organizada com a curadoria de Bernardo Mosqueira, em cartaz a partir de quarta (23) na Luciana Caravello Arte Contemporânea. Na maior parte do acervo, Grilo trabalha em cima de retratos do rei, pinçados da internet, e também de imagens da ilha, incluindo fotografias feitas por ele durante sua viagem ao lugar. Há ainda fotos da Guerra de Canudos, conflito de inspiração sebastianista. Completa a mostra um site specific: uma das paredes da galeria receberá camadas de verniz, dando a impressão de que o espaço foi invadido pelo mar. R$ 4?000,00 a R$ 20?000,00

Luciana Caravello Arte Contemporânea. Rua Barão de Jaguaripe, 387, Ipanema, ☎ 2523-4696. Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 11h às 14h. Grátis. Até 23 de novembro. A partir de quarta (23).

Fonte: VEJA RIO