MUNDO ANIMAL

Mundo animal

Histórias inusitadas, dicas e curiosidades do universo dos animais de estimação no Rio

Por: Daniela Pessoa - Atualizado em

Fotos reprodução Instagram
(Foto: Redação Veja rio)

Olha a cobra! É verdade

De volta à TV após três anos sem fazer novela, a atriz Vivianne Pasmanter (segunda foto de cima para baixo) acaba de vencer um desafio na trama das 9: contracenar com Ritinha, a jiboia de estimação de sua personagem, a malévola Shirley. "As cobras provocam medo em um primeiro momento por puro desconhecimento, quando na verdade são muito dóceis. A Vivianne adorou", garante Carlos França, dono do ofídio na vida real. Mas quem não desgruda mais de Serafina, nome do animal na ficção, é a mocinha, Bruna Marquezine, como mostra a imagem de cima. "Adorei gravar com a serpente. É linda, fiquei fascinada", diz ela, que pensa até em fazer um ensaio fotográfico com o novo xodó.

istockphoto
(Foto: Redação Veja rio)

Teste de QI

É possível medir a inteligência do cão, promete o Pooch IQ, kit de provas à venda nos Estados Unidos. Veja algumas questões e avalie o seu amigão:

1 Dê uma guloseima para ele cheirar e esconda-a no interior de um copo plástico emborcado no chão. Junte mais dois recipientes idênticos, embaralhe os três e espere um minuto para o totó encontrar o petisco. Se acertar de primeira, ele merece a pontuação máxima.

2 Quique uma bola de plástico no chão, movimentando-se em várias direções. O bicho mostrará desenvoltura se pegá-la durante a ação, sem esmorecer.

3 Saia do cômodo e volte com uma máscara que deixe à mostra os olhos e a boca. Fique a 2 metros do animal e repare se ele é capaz de reconhecê-lo.

Clique aqui e veja o resumo completo do teste de QI, com pontuação e resultados

cartoonbank.com
(Foto: Redação Veja rio)
Fernanda Schetine
(Foto: Redação Veja rio)

Velozes, furiosos e ilegais

Quais as chances de topar com um gato motoqueiro na rua? Foi o que a produtora audiovisual Fernanda Schetine se perguntou ao flagrar um bichano de óculos escuros acomodado entre o piloto e o guidão da moto, em alta velocidade na Lagoa. "Nunca vi nada parecido. Os meus dois gatinhos não parariam quietos", diz ela, responsável pelo registro, feito há duas semanas. Seria cômico se não fosse perigoso e ilegal. Segundo o Código de Trânsito Brasileiro, a infração por transportar animais fora da caixa apropriada é grave, com perda de 5 pontos na carteira, multa de 127,69 reais e retenção do veículo.

Fonte: VEJA RIO