BARES

Vocação boêmia

O Volta, no Jardim Botânico, capricha na carta de drinques, criada pelo barman do paulistano D.O.M.

Por: Rachel Sterman - Atualizado em

Comida ✪✪✪ | ambiente ✪✪✪✪ | BEBIDAS ✪✪✪✪

Alexander Landau / Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Não é fácil definir o Volta, empreendimento dos proprietários do espanhol Venga! aberto em 2013 no Jardim Botânico. Ali, o bartender ? o paulistano Thiago Polici, pupilo de Jean Ponce, chefe de bar do grupo D.O.M., de Alex Atala ? tem a mesma importância do chef de cozinha. Não à toa, a carta de drinques se destaca, com invenções de Ponce executadas por Polici. São coquetéis de nome simpático, como o serelepe (R$ 28,00), reunião de vodca, licor de cassis, frutas vermelhas e limão-siciliano, que vem com um pirulito. Outra sugestão é o tempo do onça (R$ 25,00), mistura de cachaça orgânica, abacaxi, rúcula e Karo, um mel de milho. A seção de belisquetes é igualmente inspirada: aposte na coxinha de galinha (R$ 15,00 a dupla) e nos ovos mimosa (R$ 16,00, quatro unidades) ? a porção traz o ingrediente cozido e recheado com um creme feito a partir da própria gema. Rua Viconde de Carandaí, 5, Jardim Botânico, ☎ 3204-5406 (58 lugares). 12h/0h (sex. e sáb. até 1h; dom. até 18h). Cc: todos. Cd: todos. Estac. c/manobr. (R$ 15,00). ? ↔ www.restaurantevolta.com.br. Aberto em 2013.

Fonte: VEJA RIO