da terrinha

Vinho do Porto branco é a base para drinques de sucesso

Bebida faz as vezes do gim e é combinada com água tônica em saborosas criações

Por: Rafael Cavalieri - Atualizado em

Casa Vieira Souto

Presente na carta da champanheria, espaço montado após a reforma da casa, o portonic (R$ 21,00) é feito com Porto branco Taylor’s, um rótulo selecionado pelo consultor Alexandre Lalas, mais água tônica e hortelã.

Stuzzi
(Foto: Alle Vidal)

Stuzzi

Para acompanhar as delícias do cardápio da chef Paula Prandini, o port tonic (R$ 28,00) é uma sugestão de receita inventiva. O drinque leva soda de baunilha feita pelo barman Johny Araujo, Porto branco, cereja e especiarias.

Usina 47
(Foto: Tomás Rangel)

Usina 47 

Na extensa carta de drinques sobressaem saborosos preparos de gim-tônica. Alternativa mais leve, o portonic Taylor’s (R$ 25,00) troca o destilado por Porto branco, misturado a água tônica, limão-­siciliano e hortelã.

Fonte: VEJA RIO