BARES

Um pedaço da Argentina no Flamengo

Tango abre as portas trazendo empanadas, pizzas e alfajores em casa com clima que remete aos hermanos

Por: Rafael Cavalieri

Tomás Rangel
(Foto: Redação Veja rio)

Quase 2?000 quilômetros separam o Rio de Buenos Aires, mas dois patrimônios gastronômicos da capital argentina se encontram logo ali, na casa inaugurada em junho. No salão pequeno, de decoração simples, um telão exibe clipes de músicos hermanos. Empanadas, os típicos salgados portenhos, são preparadas no forno a lenha. No dia da visita, com casa cheia, ficou claro que o atendimento ainda precisa ser aprimorado. Mas, apesar da demora, os petiscos pedidos honraram as origens, exibindo massa leve, queimada nas pontas e recheio saboroso. Boa pedida, a versão vegetariana combina espinafre, escarola, abobrinha, cebola e azeitona. A humita traz milho, requeijão e cebola (R$ 5,00 cada uma). Outras opções são as pizzas, grossas, pouco delicadas, mas de coberturas atraentes. Uma sugestão, batizada com o nome da casa, leva provolone, linguiça fresca picada e um excelente chimichurri fresco (R$ 24,50 a individual, R$ 42,80, para duas pessoas). Além da enxuta carta de vinhos, o cliente encontra cerveja Quilmes (R$ 18,80, 1 litro), chope Stella Artois (R$ 7,50, 300 mililitros) e a refrescante evita (R$ 38,50, 750 mililitros): reunião de espumante, abacaxi, morango, caju e pimenta dedo-de-moça. O outro patrimônio gastronômico da capital argentina é o alfajor, mas o do Tango derrapou: parecia um biscoito. Nesse caso, o melhor caminho é mesmo o do Galeão.

Rua Senador Vergueiro, 44, Flamengo, ☎ 2225-5592 e 3235-6774 (80 lugares). 17h30/1h30 (qua. e qui. até 2h30; sex. e sáb. até 3h). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2014.

Fonte: VEJA RIO