Hermanos

Oito endereços de alma e gastronomia latinas

Locais onde é possível experimentar os drinques e pratos típicos da culinária latino-americana

Por: Rafael Cavalieri - Atualizado em

Azteka

Especializada em comida mexicana, a casa é um híbrido de bar e restaurante. No fim de tarde, o movimento é maior com jovens em busca da clássica michelada. Por lá, ela é feita com Bohemia ou Stella Artois (R$ 8,00), Sol (R$ 10,00) ou Dos Equis (R$ 13,00). A receita clássica que reúne cerveja e limão ganha uma bossa na casa com um alaranjado sal de pimenta na borda. Saboroso, o burrito pueblo traz tortilha de farinha recheada com arroz orgânico, pasta de feijão, salsa fresca de tomate, queijo e frango orgânico ao molho mole, feito à base de pimentas (R$ 39,00).

Rua Visconde de Pirajá, 156, loja A, ☎ 3489-8900, ↕ General Osório (21 lugares). 12h/23h (sex. a dom. até 0h). Cc: todos. Cd: todos. www.azteca-rio.com. Aberto em 2012.

Escobar
(Foto: Mauricio Moreno)

Escobar

O cardápio exibe influência da gastronomia latino-americana. Prato típico da Bolívia mas que lembra muito o arroz de carreteiro, um clássico brasileiro, o majao (R$ 30,00) reúne arroz, carne-seca, linguiça, mandioca, banana frita e ovo frito. Em uma das versões de ceviche da casa (servida por R$ 32,00), o crustáceo é combinado a vieiras e molho cítrico com toque de leite de coco. Para acompanhar qualquer uma das pedidas, vá de michelada (R$ 12,00), combinação de cerveja, limão, molho inglês, tabasco e sal.

Rua General San Martin, 359, Leblon, ☎ 2249-2619 (120 lugares). 12h/1h (qui. até 2h; sex. e sáb. até 3h; fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2013.

Guacamole

Não estranhe se durante a sua noite nesta casa, decorada com caveiras e outras referências mexicanas, um trio de mariachis aparecer todo fantasiado com direito até ao estiloso sombreiro e cantando clássicos como Guantanamera e La Bamba. Esse é o espírito na filial do bar-restaurante da rede catarinense de cozinha tex-mex. Para petiscar, comece com o nacho guadalupe (R$ 37,90). Trata-se de farta porção de nachos da casa cobertos por mix de queijos, chilli, milho, azeitona e pimenta jalapeño acompanhados de sour cream, guacamole e pico de galo, espécie de vinagrete apimentado. Hit por lá, a margarita clássica custa R$ 18,90. Na ala dos criativos, o tequila sunrise combina a bebida com suco de laranja e grenadine (R$ 17,80). Docinho em função do licor à base de romã, costuma agradar às meninas.

Rua Jardim Botânico, 129, ☎ 3178-3100 (260 lugares), 18h/1h (sex. e sáb. até 2h). Couvert artístico: R$ 8,00 (dom. a qui.); R$ 10,00 (sex. e sáb.). www.guacamole.com.br. Aberto em 2012.

La carioca, cerveja weiss
(Foto: Filico)

La Carioca Cevicheria

Como o nome entrega, trata-se de uma casa especializada em ceviches. A receita tão difundida na gastronomia peruana e também chilena tem o peixe fresco como protagonista. Uma delas, o tiradito salmon, traz lâminas do peixe cobertas por sour cream, raspas de limão-siciliano e pétalas de flor amor-perfeito ou cravo-da-índia (R$ 26,00).  O tiradito italiano (R$23,00) são lâminas de atum com pesto de ervas ao azeite extra virgem, pimenta de cheiro e crispes de gengibre frito. Na seleção de drinques à base de pisco, uma bebida peruana, aposte no mosquito, feito ainda com hortelã e limão (R$ 22,00). Experimente também as cervejas que levam o nome da casa: a pilsen refrescante ou a frutada weiss. Ambas podem ser encontradas em garrafas de 355 ou de 600 mililitros (R$ 11,00 e R$ 18,50 a pilsen ou R$ 12,00 e R$ 19,50 a weiss).

Rua Maria Angélica, 113-A, Jardim Botânico, ☎ 2226-8821 (50 lugares). 18h30/0h (qui. a sáb. até 2h); Rua Garcia d’Ávila, 173, Ipanema, ☎ 2522-8184 (40 lugares). 18h/0h (sex. e sáb. até 2h). Cc: todos. Cd: todos. www.lacarioca.com.br. Aberto em 2011.

Lima Restobar

Comandada pelo chef Marco Espinoza, a casa de comida peruana vai além dos clássicos ceviches. Prove de entrada as costillas chifa, costelas suínas assadas lentamente em molho agridoce, acompanhadas de salada de repolho, manga, cebola, pepino e cenoura com batatinhas picantes recheadas (R$ 35,00). Entre os pratos principais, o ají de galinha é boa pedida. A receita traz frango desfiado junto com molho à base de queijo, pimenta amarela e nozes, servido com batatas rústicas e arroz (R$ 47,00). Na ala dos drinques, há muitos feitos com pisco. O lima drink (R$ 22,00) conta com uma inusitada versão do destilado macerado com milho roxo e combinado com mel de gengibre, fatias da raiz e limão. Se não quiser inventar, o tradicional pisco sour (R$ 19,90) vem com a bebida, limão, clara de ovo e gotas de angostura.

Rua Visconde de Caravelas, 113, Botafogo, ☎ 2527-9662/2203 (70 lugares). 11h45/16h e 19h/1h (sáb. 12h/17h e 19h/1h; dom. 12h30/22h). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2013.

Puebla Café

Glamour não é algo a se esperar neste que é um dos pioneiros da gastronomia tex-mex da cidade. As mesas ficam espalhadas pelo estacionamento da Cobal do Humaitá em um clima extremamente informal. Dos drinques com inspiração mexicana, faz sucesso o adiós motherfucker, que traz tequila com tônica e pimenta em forma de shot (R$ 8,00). Já o speedy gonzález traz dois copinhos, um de tequila e outro de suco de tomate temperado, para tomar junto (R$ 15,00). Nas sextas e nos sábados, excelente pedida para acompanhar é o ceviche feito com cubos de cação marinados em limão, azeite, alho, cebola e coentro (R$ 17,00).

Rua Voluntários da Pátria, 448 (Cobal do Humaitá), loja 23, Humaitá, ☎ 2286-5623 (70 lugares). 18h/0h (sex. e sáb. até 2h). Cc: todos. Cd: todos. Estac. (R$ 5,00 a primeira hora). Aberto em 1998.

Rota 66

A rede foi uma das primeiras da cidade a se dedicar à cozinha de estilo tex-mex. Acomodado, peça a long neck da mexicana Dos Equis (R$ 10,00; 355 mililitros), com direito a um gomo de limão no gargalo. Na ala dos drinques, o hit que chama atenção de qualquer um é o mega frozen. A taça de 2 litros (R$ 110,00) combina tequila com sabores como limão, maracujá, uva ou tangerina. Se preferir com vodca, a pedida sai por R$ 90,00. Com qualquer uma das bebidas, a taça de 1 litro sai pela metade do preço. Entre os petiscos, o super nachos (R$ 35,00) é campeão de vendas. Camadas de tortillas são intercaladas com queijo, molho chilli, salsa de tomate, carne moída ou frango e ladeadas por sour cream e guacamole.

Rua Voluntários da Pátria, 448 (Cobal do Humaitá), loja 8-A, Humaitá,  ☎ 2286-8487 (75 lugares). 11h30/1h (sex. e sáb. 3h). Cc: todos. Cd: todos;  Rua Almirante João Cândido Brasil, 35, Tijuca, ☎ 2254-4219 (250 lugares). 11h30/2h (sex. e sáb. até 3h). Cc: todos. Cd: todos. www.restauranterota66.com.br. Mais quatro endereços. Aberto em 2001.

Si Señor_Chilli com carne_
Chilli com carne do Si Señor (Foto: Divulgação)

Sí Señor

São boas e fartas as entradas neste mexicano. Os tradicionais nachos podem vir com molhos que não usam carne em seu preparo. A pedida clássica vem acompanhada de guacamole, pasta feita à base de abacate (R$ 22,00). Mas pode-se pedir para acrescentar ainda molho de queijos, espinafre e alcachofra ou novamente uma mistura de queijos, mas combinada com pimenta (R$ 36,00 cada uma). Entre os mais pedidos está o chilli con carne (R$ 36,00), harmoniosa combinação de carne, feijão, queijos cremosos e jalapeños  acompanhada de nacho chips e salsa caliente. Para beber, o clássico mojito, feito de limão, rum, hortelã e água com gás, é servido no copo (R$ 19,00) ou na jarra de 1 litro (R$ 52,00). Outra opção, a sangria combina vinho tinto com frutas da estação em jarra da mesma quantidade (R$ 52,00). Rua Farme de Amoedo, 39, Ipanema, ☎ 3435-6364 (95 lugares). 11h30/23h (sex. e sáb. até 2h). Cc: todos. Cd: todos; Avenida das Américas, 5000 (Shopping New York City Center), Barra, ☎ 3258-3094 (142 lugares). 11h30/23h (sex. e sáb. até 2h). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2011.

Fonte: VEJA RIO