só os cachorros

Sanduíche clássico, o hot dog se destaca nos bares

Versões criativas vão além do tradicional pão com salsicha. Veja as opções

Por: Rafael Cavalieri

Botequim Informal
Cachorro quente do Informal: molhos em potinhos separados (Foto: Bella Cardim)
  • Bares variados

    Botequim Informal Leblon

    Rua Conde Bernadotte, 26, Leblon

    Tel: (21) 2540 5504

    Sem avaliação

    As unidades da rede, basicamente na Zona Sul, servem chope com espuma na medida certa. O claro da Brahma é o que mais faz sucesso (R$ 7,30, a caldeireta de 350 mililitros), mas também são oferecidos mais de trinta rótulos de cerveja. Algumas sugestões: a americana Goose Island Honker’s Ale (R$ 28,00, 335 mililitros), a belga Hoegaarden (R$ 18,00, 330 mililitros) e a argentina Patagonia Amber Lager (R$ 30,00, 740 mililitros). O cardápio exibe pratos executivos, como o bife a cavalo guarnecido de batata frita, arroz e feijão (R$ 31,90). Entre os tira-gostos para acompanhar os brindes, o mineirinho, em porção para duas pessoas, reúne lascas de filé-mignon, cebola, queijo derretido e aipim frito, servidos na chapa (R$ 69,90).

    Saiba mais
  • Bares variados

    Tango

    Rua Senador Vergueiro, 44, Flamengo

    Tel: (21) 2225 5592 ou (21) 3235 6774

    Veja Rio
    Sem avaliação

    Argentino até no nome, o negócio abre espaço, no cardápio, para as empanadas, petisco típico do país vizinho. A salteña é recheada de carne moída, cebola, batata, pimentão, alho, páprica e ovo (R$ 7,50 a unidade). Pelo mesmo preço é servida a tango, campeã de pedidos, feita com linguiça toscana, provolone e chimichurri. Também são assadas pizzas de massa grossa, sob coberturas inventivas, a exemplo da leve receita de tomate pelado, abobrinha, chicória, espinafre e castanha-de-caju (R$ 27,50 a individual; R$ 44,50, para duas pessoas). Um pedido mais convencional é a marguerita, com tomate pelado, manjericão e mussarela (R$ 29,80 e R$ 48,50, respectivamente). A oferta de cervejas inclui a brasileira Therezópolis (R$ 8,50, 300 mililitros), a uruguaia Norteña (R$ 25,80) e a argentina Quilmes (R$ 26,80), ambas na garrafa de 1 litro. Outra pedida atraente, o evita, mistura espumante, abacaxi, morango, caju, gengibre, Cointreau, vodca, suco de laranja e hortelã (R$ 49,00, 750 mililitros). Preço checado em julho de 2016.

    Saiba mais
  • Bares variados / Vinhos

    Zot Gastrobar

    Rua Bolivar, 21, Copacabana

    Tel: (21) 3489 4363

    Veja Rio
    1 avaliação

    Na vizinhança sobram botecos clássicos onde reinam o chope, a cerveja e tira-gostos. O Zot, portanto, destac­a-se do entorno por ser um autêntico gastrobar. Os visitantes se acomodam na varanda ou no salão climatizado, sob luz clara, enfeitado por lustres e cadeiras de acrílico. A casa conta com uma enxuta, mas repleta de boas opções, carta de vinhos. Entre os tintos, boa pedida é o leve e aromático pinot noir chileno Willian Cole 2011 (R$ 89,00). Acompanha bem o steak tartare da casa, temperado na medida e servido ao lado de fritas e molho aïoli trufado (R$ 29,00). Outra dica de personalidade é o cogumelo thai, porção de seis cogumelos-de-paris recheados de frango ao curry (R$ 18,00, seis unidades). No capítulo dos pratos principais, o porteño traz contrafilé black angus com molho chimichurri, risoto de parmesão e cenouras glaçadas (R$ 69,00). A seção de drinques tem uma bela sugestão para dividir: a sangria clássica, servida com frutas da estação e vinho tinto em jarra de 1,5 litro (R$ 59,00). (50 lugares).

    Saiba mais

Fonte: VEJA RIO