BARES

Novas razões para o tintim

Desde a inauguração com a mesma seleção de drinques, o Meza Bar engrossa a carta com quinze sugestões assinadas pelo mixologista paulista Marco de La Roche

Por: Rachel Sterman - Atualizado em

Rio Foto/divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Gastrobar é a designação usual para endereços atraentes que dedicam aos comes e bebes listados no cardápio a mesma esmerada atenção. Pioneiro carioca no gênero, o Meza Bar inspirou diversos concorrentes. Agora, chegou o momento de renovar. A carta de drinques da casa, entre as melhores da cidade, ganhou reforços. O mixologista Marco de La Roche, responsável pelas sugestões do extinto doiZ, assina as quinze criações lançadas no começo de abril. Para controlar a execução dos coquetéis, a paulista Jéssica Sanchez entrou em cena no cargo de chefe de bar. Ingredientes brasileiros são usados no matini (R$ 22,00), mistura de vodca, mate e gotas de tangerina, e na batida de paçoca (R$ 18,00), reunião de creme de leite, leite condensado, cachaça e paçoca. Outras dicas saborosas aparecem nas fotos à esquerda. Para beliscar, seguem firmes as tradicionais porções em potinhos individuais, outra marca registrada local, a exemplo do risoto de limão-siciliano (R$ 23,00) e dos croquetes de cordeiro com geleia de hortelã (R$ 32,00, seis unidades).

Rua Capitão Salomão, 69, Humaitá, ☎ 3239-1951 (80 lugares). 18h/1h (qui. a sáb. até 3h). Cc: todos. Cd: todos. ? ↔ www.mezabar.com.br. Aberto em 2008.

Fonte: VEJA RIO