BARES

Quiosque de cerveja abre seu primeiro bar

Em novo endereço, Mr. Beer oferece 150 rótulos disponíveis, em grande parte produtos de importação exclusiva

Por: Rafael Cavalieri - Atualizado em

BEBIDA ✪✪✪✪ | ambiente ✪✪✪ | COMIDA ✪✪

Felipe Fittipaldi
(Foto: Redação Veja rio)

No começo eram quiosques em corredores de shoppings, com suas vistosas prateleiras repletas de garrafas. Aos poucos, os mesmos pontos ganharam mesinhas para a degustação no local. No começo de agosto, os negócios da rede conhecida pela robusta carta de cervejas atingiram uma atraente terceira fase: a inauguração de um bar, no Shopping Barra Square. O espaço tem entrada própria, identificada pela simpática fachada de madeira e tijolinhos, além de mesas e bancos altos ao ar livre. Por lá ou no salão interno, o desafio é escolher entre os 150 rótulos disponíveis, em grande parte produtos de importação exclusiva. Outros tantos são fabricados no Brasil especialmente para a Mr. Beer. É o caso da Wild Single Hop (R$ 22,90; 600 mililitros), lager aromática da cervejaria paulista Burgman. Entre as importadas, a canadense Flying Monkeys vende boa bebida com artes criativas nos rótulos - uma sugestão da marca é a Smashbomb Atomic IPA (R$ 23,90; 355 mililitros), amarga na medida certa. Sugestão dos funcionários da casa, a IPA americana Proxima (R$ 24,90; 355 mililitros) revelou-se a melhor pedida da noite. O serviço ainda precisa de ajustes. No dia da visita, houve demora no atendimento e faltavam petiscos listados no cardápio. Os mini-hambúrgueres (R$ 23,90, três unidades) chegaram um tanto secos, apesar do pedido para que fossem servidos malpassados. Por outro lado, fez ótima companhia para os bebes a porção de bolinhos de risoto com cevada e azeitona (R$ 24,90, oito unidades).

Avenida das Américas, 3555, loja 101, bloco 2 (Shopping Barra Square), Barra, ☎ 99699-4677 (45 lugares). 11h/23h (sex. e sáb. até 0h). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2014.

Happy hour: de segunda a quinta, por R$ 85,00, o chope das cinco torneiras da casa é liberado entre 18h e 19h

Fonte: VEJA RIO