BARES

Um brinde ao rei Pelé

Decoração do México 70, em Copacabana, homenageia o tricampeonato da seleção brasileira

Por: Rachel Sterman - Atualizado em

fernando frazão
(Foto: Redação Veja rio)

BEBIDAS ✪✪ | AMBIENTE ✪✪ | COZINHA ✪✪

Ladrilhos hidráulicos de cores e formas diversas enfeitam o piso, mas é nas paredes que a decoração dá o recado: aberto há quatro meses, o México 70 celebra o tricampeonato mundial da seleção brasileira, como atestam fotos antigas, camisas, pôsteres e recortes de jornal emoldurados. Além das mesas do salão, a freguesia se acomoda em bancos altos na calçada, a movimentada esquina das ruas Djalma Ulrich e Aires de Saldanha. Alentada, a coleção de lembranças pode inspirar um bate-papo sobre as jogadas de Pelé, Tostão & Cia.

Entre as cervejas disponíveis encontram-se a Antarctica Original estupidamente gelada (R$ 6,90, 600 mililitros) e a uruguaia Norteña (R$ 13,90, 960 mililitros). As sugestões de drinque limitam-se à caipirinha de limão (R$ 6,00) e à caipivodca servida na jarra (R$ 55,00, para cinco pessoas). No cardápio, a influência mexicana é sutil. Aparece apenas em alguns petiscos, como as fajitas, tiras de carne temperadas suavemente com tequila e limão (R$ 34,90). Secos e vendidos a preço justo, os bolinhos de bacalhau (R$ 10,00, seis unidades) também são uma pedida atraente. Completam a lista tira-gostos usuais, a exemplo das porções de carne-seca com aipim frito (R$ 22,90 a porção) e de costelinha de porco ao molho barbecue (R$ 19,90). Na boa lista de sanduíches, o inglês (R$ 16,90) leva rosbife, tomate, rúcula, suco de limão, pimenta-do-reino e molho barbecue. Aviso: de quarta a sábado, a happy hour é embalada por voz e violão ao vivo, com repertório de MPB.

México 70. Rua Djalma Ulrich, 23, Copacabana, ☎ 2146-4420 (70 lugares). 15h/3h. Cd: todos. Cc: todos. Aberto em 2012.

Fonte: VEJA RIO