BEBIDA

Dez cervejas para provar antes de morrer

Selecionamos dez marcas listadas no livro 1001 Cervejas para Provar Antes de Morrer que são vendidas em bares cariocas

Por: Ernesto Neves - Atualizado em

Bebida saboreada pela humanidade desde os tempos do Antigo Egito, a cerveja tem admiradores pelos quatro cantos do planeta. Seu preparo já possuía status de obra prima antes mesmo do vinho ser difundido, sendo que a mais antiga receita que se tem notícia é a de uma cerveja, talhada em uma pedra da Mesopotâmia e com data anterior ao nascimento de Cristo.

Dos anos 1980 para cá, as geladas ganharam sofisticação, e hoje são consumidas em bares e restaurantes refinados, com preços que podem alcançar facilmente três dígitos. Para avaliar o heterogêneo universo da bebida, o livro 1 001 Cervejas para Beber Antes de Morrer, escrito por Adrian Tierney-Jones (editora Sextante, R$ 59,90), contou com a opinião de 40 especialistas, e realiza um apanhado de marcas imperdíveis de todos os continentes.

Para ajudar na árdua tárefa de prová-las, listamos dez rótulos citados pela publicação que podem ser encontrados em bares cariocas. Aproveite!

1 - Chimay Bleue

Com fabricação supervisionada por monges na Bélgica, tem 9% de teor alcoólico. É fabricada desde a Idade Média em abadias do país europeu e tem sabor levemente apimentado. A garrafa de 330 mililitros sai a R$ 29,90 e a de 750 mililitros, a R$ 69,90.

Onde provar: Espaço Lapa Café. Avenida Gomes Freire, 453, tel. 3971-6812.

2- Weihenstephaner Vitus

Batizada em homenagem a São Vitus, passa por um estágio longo de armazenagem a frio nos porões da cervejaria, o que lhe confere notas de cravo e final agridoce e picante. Vendida a R$ 27,00 a garrafa de 500 mililitros, cai bem com o bolinho de feijão branco e rabada (R$ 25,00, seis unidades) servido pelo bar Aconchego Carioca.

Onde provar: Aconchego Carioca. Rua Barão de Iguatemi, 379, Praça da Bandeira, tel. 2273-1035.

3- Tripel Karmeliet

Segundo reza a lenda, foi criada em um mosteiro belga em 1679, mas deixou de ser fabricada. Renasceu em 1990, produzida com três cereais: cevada, trigo e aveia.O resultado é um sabor adocicado, com corpo áspero, característica atribuída ao malte torrado. Quem vai ao bar Il Piccolo Caffé, pode consumi-la por R$ 26,90 (330 mililitros) acompanhada pelo bolinho de carne alemão frikadellen (R$ 21,90, porção com duas unidades).

Onde provar: Il Piccolo Caffé. Rua do Carmo, 50, Centro, tel. 2224-8022.

4- Erdinger Dunkel

Alemã de cor escura, tem paladar suave e leve sabor de chocolate e café provenientes do malte torrado. Ainda de acordo com o autor, possui notas de fruta e trigo, e paladar refrescante. Servida no bar Herr Brauer, tem preço promocional (R$ 14,00, 500 mililitros) durante o happy hour, que acontece das 18 às 20h. Em horário normal, a mesma quantidade sai a R$ 17,50.

Onde provar: Herr Brauer. Rua Barão do Flamengo, 35 - loja O, Flamengo, tel. 2225-4359.

5- Brooklyn Lager

Destino de muitos alemães no final do século XIX, os Estados Unidos viram nascer cervejarias que seguiam receitas germânicas de fabricação. Com base em uma antiga fórmula, a Brooklyn Lager foi lançada no final dos anos 80, em Nova York, e marca custa por aqui R$ 13,90 (355 mililitros).

Onde provar: Boteco Colarinho. Rua Nelson Mandela, 100 - loja 127, 2286-5889.

6- Bernard Celebration

Originária da República Tcheca, a cerveja (R$ 24,90, 600 mililitros) é classificada como excelente pelo autor, possuindo aroma abiscoitado e equilibrado toque amargo.

Onde provar: Beerjack Hideout. Rua Martins Ferreira, 71, Botafogo, tel. 2226-0267.

7- Deus

Ainda na mão da mesma família que começou a produzi-la em um vilarejo belga em 1791, começa a ser fermentada no país e, em seguida, viaja para a França, onde passa por refermentação em garrafas com levedura de champanhe, processo que se prolonga por nove meses. No início, sente-se sabor efervescente, seguido por tons de geleia e pão de centeio. O preço é salgado: R$ 199,90 a garrafa de 750 mililitros.

Onde provar: Belgian Beer Paradise. Rua Visconde de Pirajá, 580, sobreloja 213, Ipanema, 3256-2595

8- Murphy's Irish Stout

De cor negra, a gelada irlandesa (R$ 25,00, 500 mililitros) tem paladar torrado característico de uma boa stout. Amarga, fica bem acompanhada pela porção filé de peixe com batata e molho tártaro (R$ 25,00), o consagrado fish and chips britânico, servido pelo Lapa Irish Pub.

Onde provar: Lapa Irish Pub. Rua Evaristo da Veiga, 147, Lapa, tel. 2221-7236.

9- Demoiselle

Representante brasileira entre as melhores do mundo, é fabricada pela cervejaria Colorado, marca conhecida por produzir cervejas com sabores típicos do país, incluindo mandioca e rapadura. A Demoiselle (R$ 9,90 350 mililitros, e 15,90, 600 mililitros) é feita com grãos de café orgânico e tem 6% de teor alcoólico, sendo saborosa e cremosa, porém não é excessivamente doce.

Onde provar: Mr. Beer Rio. Praia de Botafogo, 400, quiosque quinto andar (Botafogo Praia Shopping), tel. 2237-9157.

10- Estrella Damm

Principal marca espanhola, a Damm pode ser encontrada em toda Europa. De aroma frutado, proporciona sabor com notas de caramelo, baunilha e flores. Por aqui, pode ser encontrada no Venga! por R$ 8,50 a garrafa de 330 mililitros, e acompanhada por camarão ao alho e azeite (R$ 28,00).

Onde provar: Rua Dias Ferreira, 113 - loja B, tel. 2512-9826.

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Fonte: VEJA RIO