BARES

Gracioso

Reformada, a casa reabriu no ano passado com o mesmo simpático jeitão de botequim antigo e cardápio renovado

Por: Rachel Sterman - Atualizado em

COMIDA ✪✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | BEBIDA ✪✪✪✪

Felipe Fittipaldi
(Foto: Redação Veja rio)

Um incêndio no fim de 2011 levou o tradicional ponto na região portuária a baixar as portas por um longo tempo. Reformada, a casa reabriu no ano passado com o mesmo simpático jeitão de botequim antigo - o endereço já era concorrido nos anos 60, quando atendia pelo impagável nome de Gaiato da Veiga. No cardápio, porém, surgiram bem-vindas novidades. A carta de cervejas ganhou reforços e hoje exibe mais de quarenta rótulos. Entre as sugestões disponíveis figuram a encorpada Coruja Extra Viva (R$ 46,00 o litro) e a maltada Colorado Vixnu (R$ 29,00, 600 mililitros), opção recém-chegada.

Em prateleiras sobre o balcão ficam suspensas sessenta garrafas de cachaça de marcas como as mineiras Anísio Santiago (R$ 40,00 a dose) e Germana (R$ 8,00). Os salgados (R$ 5,00 a unidade) são a melhor pedida para beliscar. A lista vai de bolinho de bacalhau a croquete de camarão com delicada massa de milho, passando pelo brasileirinho, feito de massa de feijão e recheado de carne-seca e queijo de coalho. Às quintas, a partir das 19h, uma roda de samba anima a esquina até a madrugada.

Rua Sacadura Cabral, 97, Saúde, ☎ 2263-5028 (140 lugares). 11h/1h. Cc: todos. Cd: todos. ? Reaberto em 2013.

Puxadinho: na quinta (3), um salão com capacidade para oitenta pessoas será inaugurado no 2º andar

Fonte: VEJA RIO