direto do mar

Frescas, ostras ganham espaço nos bares da cidade

Saboroso e, reza a lenda, afrodisíaco, o molusco ganha espaço e, em alguns casos, dia certo nos cardápios cariocas

Por: Rafael Cavalieri

Astor
Astor: ostras estão no cardápio diário da casa (Foto: Divulgação)

Astor

Instalada de frente para a praia, a casa oferece ostras todo dia, em porções de seis (R$ 32,00) ou doze unidades (R$ 53,00). O molusco também aparece no imponente grand plateau (R$ 180,00), pedida que leva à mesa variadas sugestões de frutos do mar.

Canastra Bar

O clima é informal, com mesas espalhadas pela calçada. Toda terça, a partir das 18h, são servidas ostras frescas (R$ 20,00, seis unidades, e R$ 40,00 a dúzia). Para acompanhar, aposte na original seleção de vinhos nacionais, a exemplo do Prosecco Don Guerino (R$ 55,00).

Entretapas

A unidade de Ipanema oferece ostras de três maneiras, em porções de seis ou doze unidades: ao natural (R$ 32,00 e R$ 53,00), com água de gaspacho (R$ 34,00 e R$ 57,00) ou en suquet, que é um molho espanhol (R$38,00 e R$ 63,00).

Jojö Café Bistrô

Vindas direto de Santa Catarina, as ostras aportam no simpático endereço apenas nas quintas, a partir das 18h. A porção de meia dúzia com uma taça de espumante sai por R$ 37,00. Quem quiser dobrar a pedida passa a pagar R$ 69,00. Sem a taça borbulhante, uma dúzia custa R$ 49,00.

Fonte: VEJA RIO