BARES

Processo democrático

Clientes votam no melhor petisco entre os candidatos do festival Comida di Buteco

Por: Rachel Sterman - Atualizado em

Marcos Pinto/divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

A lista completa só será anunciada na abertura do evento: a partir de sexta (11), 31 bares do Rio integram a sétima edição do festival Comida di Buteco. Criada em Belo Horizonte há quinze anos, a disputa festiva vai eleger o melhor petisco da cidade, escolhido por um júri especializado e pelos votos dos frequentadores. Uma boa-nova deste ano foi a liberação das receitas concorrentes ? antes havia ingredientes obri­gatórios, em geral ligados a algum patrocinador, o que já levou à criação de tira-gostos com Doritos, por exemplo. Livre para criar, o tradicional Bar da Portuguesa (Rua Custódio Nunes, 155, loja D, Ramos, ☎ 2260-8979) apresenta o trio ternura (R$ 18,00), de rissoles com três recheios distintos: siri, bacalhau e costela de porco. Entre os seis estreantes de 2014, o Bar da Frente (Rua Barão de Iguatemi, 388, Praça da Bandeira, ☎ 2502-0176) entra na briga oferecendo o apetitoso porquinho no quimono (R$ 24,00, seis unidades), rolinhos primavera que envolvem costela defumada e requeijão de ervas. Vencedor do ano passado, o Original do Brás (Rua Guaporé, 680, lojas A e B, Brás de Pina, ☎ 3866-1313) tenta o bicampeonato pondo à prova três caftas, de cordeiro, de carne bovina com linguiça calabresa e de porco, na companhia de molhos especiais (R$ 30,00).

Fonte: VEJA RIO