BARES

Da horta para o copo

Temperos e outras plantas ganham espaço nas coqueteleiras dos barmen da cidade

Por: Rachel Sterman - Atualizado em

Rio Foto/divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Astor

Na caprichada carta, uma das sugestões que levam ingredientes da horta é o watercress martini (R$ 24,00), reunião de gim, saquê, frutas cítricas e folhas de agrião. Avenida Vieira Souto, 110, Ipanema, ☎ 2523-0085.

Londra

No exotic passion (R$ 30,00), André Paixão mistura vodca, licor 43, maracujá, cardamomo, limão-siciliano, club soda e alecrim. Avenida Vieira Souto, 80 (Hotel Fasano), Ipanema, ☎ 3202-4000.

Paris Bar

Alex Mesquita se vale de produtos cultivados no campo para produzir artesanalmente bases usadas nos drinques, É o caso do suprême (R$ 30,00), feito de vodca, vinho sauternes, bitter de aipo, mel de flores e melão cantaloupe. Praia do Flamengo, 340, Flamengo, ☎ 2551-1278.

Pipo

Para o verão, o chef Felipe Bronze elegeu o maxixe como ingrediente a ser explorado. No gim tônico (R$ 26,00), o fruto é unido a gim Hendrick?s, água tônica, cardamomo e anis-estrelado. Rua Dias Ferreira, 64, Leblon, ☎ 2239-9322.

Meza

Na carta do bar encontram-se sugestões como o penny lane (R$ 22,00): gim, suco de pera, água de coco e ramos de tomilho. Rua Capitão Salomão, 69, Humaitá, ☎ 3239-1951.

Volta

O bulhufas (R$ 26,00) leva cachaça orgânica, infusão de beterraba, limão, espumante e um talo de manjericão. Rua Visconde de Carandaí, 5, Jardim Botânico, ☎ 3204-5406. 12h/0h (sex. e sáb. até 1h; dom. 12h/18h).

Fonte: VEJA RIO