BARES

É do peru (e do Chile também)

Onde degustar drinques à base de pisco, aguardente típica desses dois países

Por: Carolina Barbosa - Atualizado em

Fla?vio Sandoval/divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

1 - Astor. Ao pedir o sour (R$ 22,00), o cliente pode optar pelo pisco chileno na receita. O drinque leva ainda limão-siciliano e limão-taiti batidos com clara de ovo e bíter. Avenida Vieira Souto, 110, Ipanema, ☎ 2523-0085.

2 - La Carioca Cevicheria. Além do tradicional pisco sour (R$ 19,90), há seis sugestões feitas com piscos macerados peruanos. Entre elas, a infusão da bebida com tangerina e gengibre sai por R$ 22,00. Em tempo: a casa ganha filial na Rua Garcia d´Ávila, 173. A abertura ao público está marcada para segunda (12). Rua Maria Angélica, 113, loja A, Jardim Botânico, ☎ 2226-8821.

3 - Lima Restobar (foto). Com doze tipos na carta, o reduto de culinária peruana oferece pedidas como o el bambino (R$ 19,00), reunião de pisco, maracujá, manjericão, almíbar, licor Curaçao Blue e limão. Rua Visconde de Caravelas, 113, Botafogo, ☎ 2527-9662.

4 - San Remo. No ponto do Complexo Lagoon, o pisco sour (R$ 24,00) leva pisco, suco de limão e açúcar. Já o passion (R$ 26,00) une a aguardente a ingredientes como suco de maracujá, tangerina e abacaxi. Avenida Borges de Medeiros, 1424, 2º andar, ☎ 2244-9628.

Fonte: VEJA RIO