BARES

Na madeira

Conheça as dicas de outras quatro casas que servem drinques com bebidas envelhecidas

Por: Rafael Cavalieri

roteiro-bares-02-meza-abre.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Academia da Cachaça

Na extensa e detalhada carta de pingas, mais de 100 rótulos fazem a alegria dos apaixonados pela bebida. Ela aparece também em duas versões do drinque mais festejado no Brasil: a caipirinha. A acadêmica é feita com Seleta envelhecida, limão galego e mel (R$ 16,50). Já a brasileira leva a Salinas com passagem por barris de bálsamo, além de limão e laranja-lima (R$ 16,50). Para acompanhar, o escondidinho original, feito com carne-seca, purê de aipim e requeijão, é um clássico local (R$ 31,50), assim como a saborosa empada de queijo de coalho e alecrim (R$ 8,90). Rua Conde Bernadotte 26, lojas E a G, Leblon, ☎ 2529-2680 e 2239-1542 (180 lugares). 12h/1h (sex. e sáb. até 2h). Cc: D, M e V. Cd: todos; Avenida Armando Lombardi, 800, loja 65 L (Condado de Cascais), Barra, ☎ 2492-1159 (150 lugares). 12h/1h (sex. e sáb. até 2h; dom. até 20h; seg. até 17h). Cc: D, M e V. Cd: todos. www.academiadacachaca.com.br. Aberto em 1985.

EscobarNa casa de inspiração latina criada pelos sócios Miguel Haegler Abitbol, Rafael Sampaio e Fred Weissmann, a carta de drinques elaborada por Gustavo Stemler, ex-Meza Bar, faz sucesso. Boa opção é o Lady P., reunião de rum envelhecido, grenadine, limão e xarope de pimenta artesanal (R$ 25,00). Para beliscar, experimente as croquetas de carne acompanhadas de maionese picante (R$ 14,00, cinco unidades). Rua General San Martin, 359, Leblon, ☎ 2249-2619 (120 lugares). 12h/1h (qui. até 2h; sex. e sáb. até 3h; fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2013.

Meza Bar

Pioneiro entre os endereços da cidade que passaram a ser conhecidos como gastrobares, serviu de boa inspiração para a concorrência. Na carta de drinques do bar hoje comandado por Jéssica Sanches, as bebidas com mais sabor de madeira aparecem no spicy mojito, feito de rum envelhecido por três anos, xarope de pimenta dedo-­de-moça e hortelã (R$ 22,00), e no maria bonita, mistura de cachaça Seleta envelhecida, pitanga, suco de maçã, grenadine e suco de limão (R$ 23,00). Entre as sugestões de tira-gosto da casa, vale experimentar o mix de potinhos (R$ 59,00, escolhendo um de cada cor), que pode incluir o salpicão de frango com palha de batata-baroa, o risoto de limão-siciliano com mascarpone e queijo minas padrão e a carne thai com leite de coco, amendoim e arroz de jasmim. Rua Capitão Salomão, 69, Humaitá, ☎ 3239-1951 (80 lugares). 18h/1h (sex. e sáb. até 3h). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2008.

Stuzzi

Entre as criações do novo barman da casa, Johny Araújo, para a Copa do Mundo, a cachaça envelhecida aparece no drinque que representa o Brasil - batizado de Pelé. A bebida, da marca Leblon Signature, é combinada com uma compota de caju feita na casa, que leva ainda especiarias como canela e anis-estrelado, geleia de damasco, licor Amaretto e pedaços da fruta fresca (R$ 27,00). Há várias outras sugestões inspiradas pelo mundo da bola, entre elas mais sete dicas de bebida homenageando seleções vencedoras da Copa. Entre os tira-gostos, é recém-chegado o polvo à galega com pão de tomate e flor de sal (R$ 33,00), tributo à Espanha, e a terrine de foie gras com chutney de figo e brioche grelhado, representando a França (R$ 39,00). Rua Dias Ferreira, 48, ☎ 2274-4017 (60 lugares). 19h/1h (qui. a sáb. até 3h; dom. 13h/0h). Cc: todos. Cd: todos. www.stuzzibar.com.br. Aberto em 2011.

Fonte: VEJA RIO