em várias línguas

Conheça quatro albergues com bares abertos ao público

Nestes endereços é possível tomar um bom drinque e confraternizar com hóspedes de todos os lugares do Brasil e do mundo

Por: Rafael Cavalieri

Contemporâneo Hostel

Uma bela jabuticabeira enfeita e protege o bar do albergue em Botafogo. O fruto dessa árvore estrela uma caipivodca famosa por lá (R$ 12,00). Entre os petiscos, prove a saborosa tapioca de carne-seca com queijo de coalho (R$ 8,00). Rua Bambina, 158, Botafogo, ☎ 3495-1014.

+ Confira os detalhes do Calavera Kitchen Bar, novidade em Botafogo

Che Lagarto 

Localizado ao lado do pub Lord Jim, é um reduto querido pelos cariocas. A movimentada varanda é o ponto de encontro. Boa sugestão, a caipirinha che ipanema leva cachaça, limão, mel e gengibre. Já o bahama mama traz sucos de laranja e abacaxi, rum Malibu e grenadine. Cada sugestão custa R$ 15,00. Rua Paul Redfern, 48, Ipanema, ☎ 2512-8076.

HOSTEL MEIAI 004
Guilhermina: bar localizado no Hostel Meiai (Foto: Ligia Skowronski)

Meiai 

Neste hostel, o bar tem nome próprio: Guilhermina. Peça a original caipi de morango com maracujá (R$ 12,00, de cachaça ou vodca, R$ 15,00, de saquê). Apetitosa, a linguiça ao molho de ervas (R$ 24,00) é boa companhia. Rua Guilhermina Guinle, 127, Botafogo, ☎ 3495-4481.

+ Veja onde tomar a boa e velha batida

.oztel

Comandado pelos mesmos sócios do Meza Bar, o albergue de decoração simpática conta com excelentes sugestões de drinques. Refrescante, o ginchee (R$ 21,00) reúne vodca, lichia, gengibre, abacaxi e água de coco. Já o spicy girl (R$ 20,00) é feito de cachaça, pimenta-rosa e cajá. Rua Pinheiro Guimarães, 91, Botafogo, ☎ 3042-1853.

Fonte: VEJA RIO