sem carne

Confira bares que investem em petiscos vegetarianos

Ciente da grande quantidade de clientes vegetarianos, casas se movimentam para criar opções que agradem a todos

Por: Rafael Cavalieri - Atualizado em

Prima Bruschetteria
Bolinho de funghi e mozzarella de búfala: entrada na Prima Bruschetteria (Foto: Tomás Rangel)
  • Drinques

    Astor - Ipanema

    Avenida Vieira Souto, 110, Ipanema

    Tel: (21) 2523 0085

    Veja Rio
    Sem avaliação

    Ironias do destino: a empreitada, inspirada nos antigos salões cariocas, surgiu em São Paulo, fez sucesso por lá e acabou ganhando filial no Rio, com uma vantagem inigualável: a vista e a brisa da praia, ali na altura do Arpoador. Não por acaso, a varanda é o lugar mais disputado. Lá ou no salão com iluminação de neon e piso de ladrilho hidráulico, é servido um dos melhores chopes da cidade (R$ 7,60, 240 mililitros, da Brahma). A carta de drinques traz numerosas pedidas, a exemplo do hemingway daiquiri, mistura de rum cubano, grapefruit, limão e licor maraschino (R$ 26,00). Outro caminho, a seleção de vinhos, leva ao espanhol Senda de Haro (R$ 82,00), entre outras sugestões. A cozinha de boteco inspira as sugestões para beliscar. A alentada lista de opções vai do bolinho de arroz (R$ 27,00, quinze unidades) à porção de ostras frescas (R$ 37,00, meia dúzia), passando pelo sanduíche castelões, de linguiça fatiada, queijo provolone e tomate (R$ 30,00). Assim como em São Paulo, surgiu na loja do Rio, em abril de 2016, um “bar dentro do bar”: o SubAstor, mais intimista e com carta de drinques exclusivos premiada pelo júri deste COMER & BEBER. Preço checado em julho de 2016.

    Saiba mais
  • Bares variados

    Bar do Adão - Grajaú

    Avenida Engenheiro Richard, 105A, Grajaú

    Tel: (21) 2577 0730

    Veja Rio
    Sem avaliação

    Uma curiosidade tomou conta das dez lojas da rede nos últimos meses: trata-se da Rádio e TV Adão, sistema de comunicação que espalha pelos endereços dicas de programação cultural e imagens do cardápio do bar. A casa ganhou fama pela profusão de pastéis que oferece — são mais de cinquenta sabores, salgados e doces. De segunda a quarta, conforme a filial, entram em cena promoções de dose dupla do petisco. São apostas atraentes os recheios de provolone com cebola (R$ 4,90), carne com alho (R$ 5,50) e queijo de minas com tomate seco (R$ 4,90). Na ala doce, um clássico é o sonho de valsa (R$ 5,50). Completam o programa cervejas, ao lado do chope Brahma (R$ 7,50, 350 mililitros, na caneca zero grau). Figuram na primeira lista garrafas de 600 mililitros de Amstel, Heineken (R$ 12,50) e Serramalte (R$ 11,90). Durante a semana, pratos executivos encontram boa saída na hora do almoço. 

    Saiba mais
  • Botecos

    Bar do Momo

    Rua General Espírito Santo Cardoso, 50, Tijuca

    Tel: (21) 2570 9389

    Veja Rio
    Sem avaliação

    Na hora de batizar o recinto, nos anos 70, Abrahão Reis, o mais longevo Rei Momo do Carnaval carioca, não teve dúvida. O pé-sujo foi comprado em 1986 por Antonio Lopes dos Santos, o popular Tonhão, que tratou de manter o ótimo nome e aprimorar o clima festivo. Hoje, ele e o filho, Antônio Carlos Laffargue, o Toninho, desdobram-se para atender uma multidão que inclui a turma do samba e chefs renomados. Cerveja sempre gelada, comes saborosos e tratamento caloroso, espécie de tríade sagrada do bom balcão seguida à risca por lá, renderam à casa o tricampeonato na categoria melhor boteco. O São Jorge sobre a geladeira faz parte do cenário das antigas. Por décadas, o patriarca serviu pratos tradicionais, preparados com esmero. Aos poucos, ganharam espaço invenções como o bolinho de arroz, recheado de linguiça e queijo em quantidade indecente, salpicado de parmesão e salsinha (R$ 6,00). Concorrente a melhor petisco nesta edição do COMER & BEBER, é um carro-chefe da casa: são vendidas 1 400 unidades por mês. O filho, que cresceu ajudando o pai no balcão, aventurou-se pela cozinha, ampliando o número de tira-gostos, e passou a promover eventos que renovaram a clientela. Terça é dia de Invasão Etílica, com cervejarias convidadas, e na quarta entra em cena o Convite do Rei, aberto à participação de cozinheiros consagrados. Na quinta, é a vez do Festival de Hambúrguer. Sobre as mesas de plástico que se multiplicam pela calçada, Original e Heineken (R$ 11,50, 600 mililitros), além de artesanais como a MaracujIPA (R$ 30,00, 500 mililitros), da 2Cabeças, e uma famosa batidinha de maracujá (R$ 6,00 a dose) completam a farra, que só tem um porém: por lá não são aceitos cartões. Como diz Toninho, em seu convite-bordão: “Quer ser feliz, vem pro Momo”.

    Saiba mais
  • Mirantes

    Bar Urca

    Rua Cândido Gaffrée, 205, Urca

    Tel: (21) 2295 8744

    Sem avaliação

    Diante do deslumbrante quadro que escancara a Baía de Guanabara, barquinhos e a Ponte Rio-Niterói ao fundo, o Bar Urca retoma, após breve hiato, o posto de estabelecimento com a melhor paisagem da cidade, que ocupou de 2011 a 2013. O tradicional endereço chega à sétima vitória — antes, havia faturado três vezes o prêmio de melhor da orla, entre 2007 e 2009. Com metade dos votos desta edição, superou concorrentes de peso, como o Bar d’Hôtel, de frente para as areias do Leblon, e o Bar do Tino, o vencedor de 2015, no topo do Morro dos Prazeres. Na disputada mureta, o programa é prazeroso a qualquer hora, da saída da praia às noites de lua cheia, passando por aquele momento do lusco-fusco, quando o cenário ganha tons de dourado. À sombra de frondosas amendoeiras, o visual é apreciado entre goles de Bohemia, Amstel (R$ 12,00 cada uma), Original e Serramalte (R$ 14,00), todas em garrafa de 600 mililitros trincando de gelada. Deliciosos salgados, fritos e assados, são consumidos aos montes. O famoso bolinho de bacalhau divide a preferência com o pastel de camarão (R$ 4,50 cada pedido), que ainda pode vir com recheio de siri, pelo mesmo valor, queijo ou carne (R$ 4,00 a unidade). As empadas, a R$ 6,00, de palmito, carne-seca ou camarão, não ficam atrás. Quem procura mais conforto pode subir ao salão refrigerado e desfrutar saborosos pratos à base de frutos do mar, mas o prêmio vai mesmo para o original posto avançado, à beira d’água — que outro endereço mantém seus clientes do outro lado da rua? A propósito: durante a Olimpíada, o balcão improvisado ainda vai servir de camarote para as competições de vela, já que a principal raia será disputada logo ali, aos pés do Pão de Açúcar.

    Preços checados em julho de 2016.

    Saiba mais
  • Bares variados

    Boteco D.O.C. IPA

    Rua Gomes Carneiro, 130, Ipanema

    Tel: (21) 2146 7349

    Sem avaliação

    A matriz fica em Laranjeiras, vive cheia e tem cardápio bem diferente. O ponto inaugurado em Ipanema, em maio de 2015, tem vida própria. Ao lado do chef Rodrigo Tristão, Gabriel de Carvalho desenvolveu um cardápio exclusivo para a filial. O trio de mini-hambúrgueres está lá, mas com nova cobertura, no caso barbecue de beterraba, cebola caramelada e queijo de minas padrão (R$ 23,00). O tão comum dadinho de tapioca ganhou uma versão falsa, na qual cubos de queijo de coalho são empanados na farinha granulada e servidos com geleia de tomate e amora (R$ 25,00). Não deixe também de experimentar a curiosa pizza D.O.C., de massa feita com cerveja, coroada por tomate, azeitonas pretas, alho e manjericão (R$ 22,00). A carta de cervejas traz preciosidades cariocas como a golden ale da Three Monkeys (R$ 18,00; 355 mililitros) e a lager carregada no lúpulo Hija de Punta (R$ 24,60; 600 mililitros). Quem prefere chope deve consultar as opções disponíveis nas cinco torneiras da casa.

    Preços checados em outubro de 2015

    Saiba mais
  • Bar-restaurante

    Comedoria

    Rua Rainha Guilhermina, 48, Leblon

    Tel: (21) 2294 2913

    Sem avaliação

    Criadora do afamado (e copiado) bolinho de feijoada do Aconchego Carioca, na Praça da Bandeira, Kátia Barbosa cruzou o Túnel Rebouças em dezembro e aportou no Leblon. O cardápio da nova casa, localizada onde funcionou até pouco tempo atrás uma tentativa de reviver o Caneco 70, está repleto de homenagens a chefs amigos. O foco são os bolinhos que lhe deram fama. São onze variedades, sendo apenas o de feijoada já conhecido. O de rabada (R$ 29,90, quatro unidades) é feito somente com a carne desfiada, sem a gordura que dá a untuosidade habitual ao prato. Um criativo vinagrete de banana ajuda a suprir a ausência. Pedida interessante, o de moqueca (R$ 29,90, seis unidades) traz toda a complexidade de sabores do prato. Na ala dos sanduíches, o de barriga de porco com cebola na cerveja (R$ 26,90) tem componentes saborosos, mas chegou em pão sem crocância. Para matar a sede, destaque para a refrescante caipi raspadinha (R$ 19,90) — a de jabuticaba estava excelente. A caprichada carta de cachaças tem catorze rótulos, e a de cerveja traz 21, entre elas a ótima catarinense Coruja Extra Viva (R$ 39,90, 1 litro).

    Saiba mais
  • Drinques

    Complex Esquina 111

    Rua Maria Quitéria, 111, Ipanema

    Tel: (21) 3256 9375

    Veja Rio
    Sem avaliação

    Na última edição do COMER & BEBER, a casa abocanhou quatro prêmios em votação do público no site de VEJA RIO: barman, carta de drinques, gastrobar e para paquerar. O misto de espaço cultural e bar, parceria entre as produtoras Slash/Slash e Escola Perestroika, ambas gaúchas, e a carioca BDZ, é um sucesso. Isso pode ser visto diariamente nas filas que se formam no local, gerando um clima de azaração na calçada. Em pé, nas mesas dos salões ou nas que ficam do lado de fora, os drinques são a melhor pedida. Além dos clássicos, há dicas em seis seções: shots, sparkles (feitos com espumante), caipi mix, long drinks, martínis e jarras. O sparkle 3 (R$ 26,00) leva espumante, jabuticaba, Cointreau, vodca Absolut de açaí e é uma delícia. Frutas da estação, espumante, vodca e Aperol compõem a jarra 3, que custa R$ 82,00 e tem 1 litro. O cardápio traz criações saborosas. Nas entradas, o mix de cogumelos frescos na manteiga (R$ 39,00) chega à mesa em charmosa panelinha, acompanhado de torradas de ciabatta. Reconfortante, o risoto de linguiça toscana com abobrinhas no azeite de ervas é excelente (R$ 28,50).

    Preços checados em outubro de 2015

    Saiba mais
  • Drinques

    Do Horto

    Rua Pacheco Leão, 780, Jardim Botânico

    Tel: (21) 3114 8439

    Sem avaliação

    Eleito por duas vezes o melhor lugar da cidade para ir a dois, segundo o júri de COMER & BEBER, é bom refúgio para casais (ou amigos) em busca de sossego. O clima intimista é reforçado por simpáticas paredes forradas de papel de presente, vista privilegiada para o verde do Jardim Botânico e velas espalhadas pelas mesas no salão e na calçada. Para degustar nesse cenário, comece pelos bolinhos ana maria, de massa de aipim, escoltados por chutney de ovas de salmão (R$ 42,00, sete unidades). As pizzas ganham variação interessante e mais leve, em massa de tapioca. Carne-seca, requeijão e cebola (R$ 36,00) e três queijos com tomate e manjericão (R$ 38,00) são duas opções de cobertura. Sugestão mais robusta, o bobó de camarão na moranga (R$ 158,00, para dois) faz sucesso. A carta de drinques traz clássicos como mojito e bloody mary, enquanto o beijo na boca reúne suco de morango com espumante (R$ 20,00 cada pedido). Às quartas e aos sábados há apresentações de samba e MPB (o couvert artístico, de R$ 10,00, é opcional).

    Saiba mais
  • Jazz In’ Champanheria

    Rua Sacadura Cabral, 63, Saúde

    Tel: (21) 2253 7916

    Sem avaliação

    No casarão do início do século XX, vitrais, móveis e quadros compõem o ambiente retrô, assim como as paredes de pedra e o teto de madeira. Contrastam com esse conjunto antigo o tom contemporâneo da iluminação, de outras peças decorativas e da programação, com jeito de boate. O karaokê animado por sugestões de champanhe, espumantes e cavas divide as atenções com a agenda de festas e degustações. Terça-feira, por exemplo, é dia de Degusta Champa, evento de nome autoexplicativo realizado entre 18h e 20h. No cardápio, a culinária japonesa se destaca. Sashimis de salmão (R$ 42,00) e de atum (R$ 39,00) são servidos em combinados de vinte peças. Outro caminho é o das bruschettas — a picante, com geleia de pimenta e manjericão, custa R$ 25,00. Na ala das bebidas, também têm seu público a caipichandon de morango (R$ 24,00) e a cerveja, em tamanho long neck, das marcas Desperados (R$ 15,00), Heineken (R$ 10,00) ou Dos Equis (R$ 14,00). A especialidade local se materializa em garrafas de 750 mililitros das brasileiras Chandon Reserve Brut (R$ 115,00) e Casa Valduga Arte Tradicional Rosé (R$ 92,00), além da francesa Veuve Clicquot Brut (R$ 360,00). 

    Saiba mais
  • Bares variados

    Prima Bruschetteria- Leblon

    Rua Rainha Guilhermina, 95, Leblon

    Tel: (21) 3592 0881 ou (21) 2512 8298

    Veja Rio
    Sem avaliação

    Ponto concorrido no Leblon, a casa idealizada e comandada pelos chefs Erik Nako e Cristiano Lana é especializada em bruschettas, como a fachada sugere. Fatias crocantes de pão italiano ganham coberturas criativas e saborosas. São belas sugestões as de bacalhau mantecato, emulsionado com azeite extravirgem (R$ 17,00), e de burrata e pesto de cogumelos trufados (R$ 12,90). Também têm seus fãs entradinhas como o minicrostini (R$ 23,00, três unidades), que traz no lugar do pão uma fatia crocante de abobrinha coroada com burrata, tomate e manjericão, além do involtini de berinjela grelhada, presunto de Parma e queijo de cabra (R$ 31,00, quatro unidades). O mixologista uruguaio Fabian Martinez incluiu na carta de drinques receitas de spritz, servidas em jarra de 1 litro (R$ 59,00) ou em taça (R$ 21,00). Todas as opções usam espumante como base. O limoncello traz o licor italiano e limão-siciliano, o passione junta licor de cassis e melancia e o bellini é feito com licor de pêssego e a fruta em calda. Já o frutti rossi (R$ 24,00) reúne gim, chá de frutas vermelhas, alecrim e água tônica. De segunda a sexta, das 17h30 às 19h30, quem pedir uma bebida ganha a segunda. Nos finais de semana e feriados é oferecido um brunch mediterrâneo (R$ 29,00), de 11h às 14h, com opções como ovos caipiras mexidos com grana padano e azeite de trufas, frutas da estação, antepasto misto, entre outros itens. (60 lugares).

    Saiba mais
  • Bares variados / Vinhos

    Zot Gastrobar

    Rua Bolivar, 21, Copacabana

    Tel: (21) 3489 4363

    Veja Rio
    1 avaliação

    Na vizinhança sobram botecos clássicos onde reinam o chope, a cerveja e tira-gostos. O Zot, portanto, destac­a-se do entorno por ser um autêntico gastrobar. Os visitantes se acomodam na varanda ou no salão climatizado, sob luz clara, enfeitado por lustres e cadeiras de acrílico. A casa conta com uma enxuta, mas repleta de boas opções, carta de vinhos. Entre os tintos, boa pedida é o leve e aromático pinot noir chileno Willian Cole 2011 (R$ 89,00). Acompanha bem o steak tartare da casa, temperado na medida e servido ao lado de fritas e molho aïoli trufado (R$ 29,00). Outra dica de personalidade é o cogumelo thai, porção de seis cogumelos-de-paris recheados de frango ao curry (R$ 18,00, seis unidades). No capítulo dos pratos principais, o porteño traz contrafilé black angus com molho chimichurri, risoto de parmesão e cenouras glaçadas (R$ 69,00). A seção de drinques tem uma bela sugestão para dividir: a sangria clássica, servida com frutas da estação e vinho tinto em jarra de 1,5 litro (R$ 59,00). (50 lugares).

    Saiba mais
  • Bares variados

    Tango

    Rua Senador Vergueiro, 44, Flamengo

    Tel: (21) 2225 5592 ou (21) 3235 6774

    Veja Rio
    Sem avaliação

    Argentino até no nome, o negócio abre espaço, no cardápio, para as empanadas, petisco típico do país vizinho. A salteña é recheada de carne moída, cebola, batata, pimentão, alho, páprica e ovo (R$ 7,50 a unidade). Pelo mesmo preço é servida a tango, campeã de pedidos, feita com linguiça toscana, provolone e chimichurri. Também são assadas pizzas de massa grossa, sob coberturas inventivas, a exemplo da leve receita de tomate pelado, abobrinha, chicória, espinafre e castanha-de-caju (R$ 27,50 a individual; R$ 44,50, para duas pessoas). Um pedido mais convencional é a marguerita, com tomate pelado, manjericão e mussarela (R$ 29,80 e R$ 48,50, respectivamente). A oferta de cervejas inclui a brasileira Therezópolis (R$ 8,50, 300 mililitros), a uruguaia Norteña (R$ 25,80) e a argentina Quilmes (R$ 26,80), ambas na garrafa de 1 litro. Outra pedida atraente, o evita, mistura espumante, abacaxi, morango, caju, gengibre, Cointreau, vodca, suco de laranja e hortelã (R$ 49,00, 750 mililitros). Preço checado em julho de 2016.

    Saiba mais

Fonte: VEJA RIO