molusco

Com seus tentáculos, polvo faz sucesso nos bares

Ao vinagrete, com pegada latina ou espanhola, o molusco é destaque em oito endereços da cidade

Por: Rafael Cavalieri - Atualizado em

Adega Pérola
Polvo à vinagrete: clássico do Adega Pérola (Foto: Tomás Rangel)

Adega Pérola

No salão ficam sete mesas de madeira com banquetas fixas, prateleiras abarrotadas de garrafas, cartazes amarelos rabiscados com os preços vigentes e a grande atração local: o balcão de 9 metros com vitrine repleta de acepipes, vendidos em porções de 100 gramas. Esse visual tão apetitoso levou a casa a conquistar o título da mais recente edição especial COMER & BEBER, de VEJA RIO, na categoria Balcão. Experimente o clássico polvo ao vinagrete (R$ 22,00) ou o imperdível alho espanhol (R$ 15,00), crocante e sem aquela ardência característica. Bem tirado, o chope da Brahma (R$ 7,00) é servido na tulipa (300 mililitros) e também abastece quem está na calçada. Rua Siqueira Campos, 138, loja A, Copacabana, ☎ 2255-9425, Siqueira Campos (60 lugares). 10h/1h (fecha dom.). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 1957.

+ Veja os demais destaques de bares da cidade

Assis Garrafaria

O endereço é o mesmo onde um dia morou Machado de Assis (1839-1908) e onde também funcionou durante anos o Hartmann Café. Agora a grande pedida por lá é explorar a carta de bebidas, exposta em um tablet, com cerca de 200 rótulos de cervejas artesanais. Duas boas opções são a weissbier alemã Benediktiner (R$ 29,80; 500 mililitros) e a strong golden ale belga La Guillotine (R$ 30,00; 330 mililitros). O cardápio de comes lista nomes criativos e curiosos. Abra os trabalhos com o tesouros perdidos (R$ 36,80), porção de polvo com páprica picante e batatas cozidas. Na ala dos pratos principais, opte pelo confissões de uma viúva moça (R$ 34,60). Trata-se do clássico arroz de polvo com brócolis ladeado por chips de batata-baroa salpicados de páprica. Rua Cosme Velho, 174, Cosme Velho, ☎ 2205-3598 (80 lugares). 10h30/0h (sex. e sáb. até 2h; dom. apartir das 16h). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2014.

+ Um roteiro de bares onde a lula estrela os petiscos

Bar do David

Um ano depois da instalação da UPP no Chapéu Mangueira, o pescador David Vieira Bispo, morador da favela no Leme, abriu sua casa no alto da Ladeira Ary Barroso. Não demorou para a boa fama do endereço, reduto de petiscos e caipirinhas inventivos, se espalhar. O delicioso croquete de frutos do mar (R$ 21,90, quatro unidades) é feito com massa de feijão-branco recheada de lula, polvo, camarão e peixe. Entre os pratos principais, a feijoada de frutos do mar (R$ 29,90) é a estrela do cardápio: a cada fim de semana são vendidas quase 200 porções com a receita de feijão-branco, polvo, lula, peixe, camarão e mexilhão. Além da cerveja sempre gelada a R$ 8,50 (Antarctica, Brahma e Skol), R$ 9,50 (Amstel, Sagres e Original) e R$ 10,00 (Heineken), é bem-vinda a refrescante caipivodca de tangerina com gengibre (R$ 16,00). Oferecida pelo mesmo preço, a inusitada caipimaltine é, como o nome sugere, feita de Ovomaltine. Ladeira Ary Barroso, 66, loja 3 (Chapéu Mangueira), ☎7808-2200 (80 lugares). 11h/22h (fecha seg.).Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2010.

Casa Clipper

Comandado pelos portugueses Antônio Vieira e José Maria, que se revezam diariamente no caixa da abertura ao fechamento, é um dos bares mais tradicionais do Leblon. Em 2013 passou por uma repaginada, ganhando nova identidade visual, mas sem perder a essência, que faz com que pessoas de todas as idades se juntem para tomar um chope Brahma (R$ 5,50 caldeireta de 350 mililitros) muito bem tirado, apoiadas no balcão ou acomodadas nas mesinhas da calçada. Acompanhe a pedida com o sempre fresco polvo ao vinagrete (R$ 60,00), muitas vezes finalizado diante de todos. É sempre bom lembrar: em dia de comemoração de título de qualquer um dos quatro grandes clubes do futebol carioca, a casa vira um concorrido ponto de encontro. Rua Carlos Góes, 263, Leblon, ☎ 2259-0148 (32 lugares). 8h/1h. Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 1945.

Escobar
Escabeche de polvo: refrescante e saboroso (Foto: Mauricio Moreno)

Escobar

No cardápio predominam as influências latinas. Estão lá ceviches, causas, anticuchos e escabeches. Nesse último capítulo encon­tra-se a receita de polvo (R$ 34,00). Apetitosa, traz nacos do molusco marinados em vinagrete com tomate, cebola-roxa e diversos temperos. A pedida chega ainda coroada por cubos de abacate e brotos. Para beber, peça a jarra de 1 litro da Grey Goose berry lemonade (R$ 70,00), drinque feito com vodca cítrica, frutas vermelhas e limão-siciliano. Rua General San Martin, 359, Leblon, ☎ 2259-9482/2274-8871 (120 lugares). 12h/0h (sex. e sáb. até 2h; fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2013.

+ Camarão também faz sucesso nos bares. Veja algumas sugestões

Meza Bar

Desde que assumiu a cozinha deste pioneiro gastrobar carioca, o chef Bruno Faro não para de criar novidades. Uma delas é o espetinho de polvo (R$ 29,00). O petisco traz pedaços macios do fruto do mar intercalados com batata e pimentão vermelho, temperados com tomilho. Um dos hits da carta de drinques, presente desde a inauguração do lugar, é o spicy mojito (R$ 22,00). Na receita, o clássico mojito ganhou uma apimentada graças à adição de xarope de pimenta dedo-de-moça. Rua Capitão Salomão, 69, Humaitá, ☎ 3239-1951 (80 lugares). 10h/1h (sex. e sáb. até 3h). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2008.

Usina 47
Polvo à feira: sucesso no Usina 47 (Foto: Tomás Rangel)

Usina 47

Novidade no imóvel por onde já passaram a boate Melt e o bar House of Music. A decoração com paredes de tijolos aparentes, tubos, andaimes e porta pantográfica empresta originalidade ao ambiente. Cardápio e carta de drinques são caprichados. O pulpo à feira (R$ 55,00) traz o molusco cozido, finalizado com páprica e flor de sal. Acompanhe o pedido com uma das opções de gim tônica, a exemplo do fonte quente (R$ 34,00): na receita, Beefeater, Aperol, suco de frutas vermelhas e tônica. Rua Rita Ludolf, 47, Leblon, ☎2249-9309 (180 lugares). 19h/2h (sex. e sáb. 18h/3h; dom. 18h/0h; fecha seg.). Cd: todos. Cc: todos. Aberto em 2015.

Venga
Pulpo a la gallega: carro-chefe do Venga! (Foto: Divulgação)

Venga!

Primeiro negócio de bar de tapas na cidade. Diariamente, os fregueses são servidos nos pequenos e bem decorados salões da matriz, no Leblon, e da filial, em Ipanema, essa um pouco mais espaçosa. E um dos pratos que colaboraram para trazer fama à empreitada foi o pulpo a la gallega (R$ 35,00), que reúne nacos de polvo com batatas salpicados por páprica. O molusco aparece também em forma de conserva, com cebola e tomate (R$ 28,00), pedida que pode ser consumida por lá ou levada para casa. Entre os drinques, as sangrias em jarra têm bastante procura. A sugestão batizada com o nome do bar leva vinho branco, refrigerante de limão, licor de laranja e frutas (R$ 50,00; 1 litro). Não deixe de experimentar também a caipiriña venga! (R$ 19,00), combinação de cachaça, jerez, maçã verde e limão. Rua Dias Ferreira, 113, loja B, Leblon, ☎ 2512-9826 (34 lugares). 12h/1h (seg. a partir das 18h; dom. a ter. até 0h). Cc: todos. Cd: todos; Rua Garcia d’Ávila, 147, loja B, Ipanema, ☎ 2247-0234 (84 lugares). 12h/1h (dom. a qua. até 0h). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2009.

Fonte: VEJA RIO