sucesso

Com ambiente informal, Canastra Bar abre em Ipanema

Pequenino, o bar oferece boa oferta de vinhos e petiscos nacionais com mesas na calçada

Por: Rafael Cavalieri

BEBIDA ✪✪✪ | AMBIENTE ✪✪ | COMIDA ✪✪✪

Canastra Bar
Mesas na calçada: ambiente informal (Foto: Felipe Fittipaldi)

Pequenino, o lugar tem como concorrente mais próximo o pé-sujo vizinho. Na fachada, além do nome do negócio, estão pintadas as palavras “vinhos”, “queijos”, “chopp” e “charcuteria”. Detalhe: chope não faz parte do cardápio. Esse ponto improvável, aberto em janeiro por três franceses que se conheceram na noite carioca, já atrai clientela numerosa com seu ambiente tremendamente informal — mesas espalhadas pela calçada e garçons sem uniforme que se confundem com a freguesia compõem o cenário de birosca. A lista do que realmente é servido por lá é enxuta, mas original e atraente. Na contramão da atual preferência por gordas cartas de cervejas artesanais, a única gelada disponível é a Stella Artois (R$ 8,00; 275 mililitros). Entre os vinhos, nada da terra natal dos sócios. Brie e camembert também passam longe da seção de tira-gostos.

Canastra Bar
Presunto salamanca: vindo de São Paulo (Foto: Felipe Fittipaldi)

+ Veja os demais destaques de bares da cidade

O trio de proprietários estrangeiros apostou em produtos brasileiros, o que distingue a empreitada e explica em parte o seu sucesso. É pedida acertada para amenizar o calor a garrafa do básico, porém refrescante e aromático, Don Guerino Victoria Chardonnay 2013 (R$ 60,00). O rótulo é trazido da Serra Gaúcha, como, aliás, praticamente todas as opções entre brancos, tintos, rosés e espumantes — a exceção à regra é um Villa Francioni Rosé (R$ 90,00), de Santa Catarina. Para beliscar, são sugestões atraentes a porção de cabra dengosa (R$ 17,00), com nacos de queijo de cabra, e o delicioso patê de campanha (R$ 18,00) feito por um conterrâneo dos donos, o chef Frederic Monnier, da Brasserie Rosário. Fatiado na hora, o presunto cru salamanca (R$ 23,00), que na verdade vem de São Paulo, chegou fresquinho. A propósito: sempre às terças, a casa oferece um festival de ostras frescas (R$ 40,00 a dúzia).

Rua Jangadeiros, 42, loja B, Ipanema, ☎ 99656-1960 e 96881-5775 (20 lugares). 18h/0h (sex. e sáb. até 1h; fecha seg.). Aberto em 2015.

+ Confira as novidades do blog Conversa de Botequim

Por enquanto, só dinheiro: as máquinas de pagamento com cartão de débito estão prometidas ainda para este mês

Fonte: VEJA RIO