BARES

Chopes clássicos

Conheça outros quatro endereços em que a bebida chega cremosa, gelada e com colarinho firme, como manda o figurino

Por: Rafael Cavalieri

Fernando Frazão
(Foto: Redação Veja rio)

Adonis

Apoiado no balcão ou acomodado em uma das mesas do simples salão deste recanto clássico da cidade, não invente: peça o chope extremamente cremoso e estupidamente gelado, que chega à caldeireta após passar por uma serpentina de 90 metros cercada por caixas de gelo e verter da torneira de bronze com boca larga (R$ 5,50; 350 mililitros). Acompanhe com outra pedida infalível, os bolinhos de bacalhau (R$ 4,00 a unidade).

Rua São Luiz Gonzaga, 2156, loja A, Benfica, ☎ 3890-2283 (100 lugares). 10h/22h (sex. até 0h; dom. até 16h). Cc: M e V. Cd: todos. Aberto em 1952.

Antiga Mercearia e Bar

O simpático misto de armazém e bar conta hoje com cerca de 180 rótulos de gelada que podem ser consumidos por lá ou levados para casa. No salão, uma boa escolha é o chope pilsen próprio, que pode chegar em criativo pote de geleia de 458 mililitros por R$ 9,50. O weiss, que também leva o nome do bar, é trazido à mesa em imponente copo de 680 mililitros por R$ 15,90. Para beliscar, é novidade a porção de coxinhas de frango com massa cremosa acompanhadas de molho rosé (R$ 24,90; seis unidades).

Rua Voluntários da Pátria, 446, loja 7 (Cobal do Humaitá), ☎ 2226-6553 (60 lugares). 9h/1h. Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2013.

Astor

Longas filas aguardam quem busca lugar no salão ou na agradável varanda voltada para a orla da bem-sucedida filial do bar paulista. Por lá, além do cremoso chope Brahma (R$ 6,40; 240 mililitros), você encontra a edição Royale fabricada pela Bohemia (R$ 8,30; 330 mililitros). É o único bar da cidade que serve esse chope. Qualquer pedida acompanha perfeitamente o steak tartare da casa servido com porção de batatas fritas (R$ 40,00) ou as almôndegas picantes cozidas em chope (R$ 32,00).

Avenida Vieira Souto, 110, ☎ 2523-0085, ? General Osório (200 lugares). 18h/1h (qui. até 2h; sex. e sáb. 12h/3h; dom. 12h/22h). Cc: todos. Cd: todos. www.barastor.com.br. Aberto em 2010.

Botto Bar

Mestre cervejeiro há nove anos, Leonardo Botto realizou o sonho da casa própria. Em um aconchegante espaço na Praça da Bandeira, vinte torneiras de chope são as atrações principais, com as marcas sempre expostas no quadro-negro ao lado do balcão. Em qualquer dia é possível beber a niteroiense Noi Amara (R$ 14,90; 300 mililitros) ou a catarinense Eisenbahn (R$ 7,90; 300 mililitros, do estilo pilsen). Para comer, é recém-chegado ao cardápio o escondidinho cervejeiro, feito com carne temperada no molho de cerveja e saboroso creme de aipim (R$ 35,00).

Rua Barão de Iguatemi, 205, Praça da Bandeira, ☎ 3496-7407 (76 lugares). 17h/0h (sex. e sáb. até 1h; dom. 15h/22h). Cc: todos. Cd: todos. Entrada: R$ 15,00 (ter. a partir de 19h30). Aberto em 2013.

Fonte: VEJA RIO