BARES

Oásis urbano

Inaugurado no início do ano na Ilha da Gigoia, Caiçara tem cardápio enxuto e ambiente acolhedor

Por: Rachel Sterman - Atualizado em

BEBIDAS ✪✪✪?? | AMBIENTE ✪✪✪?? | COZINHA ✪✪✪??

roteiro-bares-abre.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Nos fundos do shopping Barra Point ou da sede da Unimed, na Avenida das Américas, barquinhos atravessam o Canal de Marapendi. Esse passeio simpático leva a clientela até o Caiçara, bar inaugurado em janeiro na Ilha da Gigoia. O sossego proporcionado pela viagem de cerca de quinze minutos também se faz presente no bangalô à beira do espelho d?água, decorado com muito bambu. Uma tela, na qual os visitantes podem registrar sua visita com tinta, faz parte da atmosfera caseira, reforçada pela presença constante do casal de proprietários -- Tatiana e Fernando Mendes cuidam de tudo e moram no imóvel vizinho. Este oásis na Barra foi concebido e construído pelos dois, com a ajuda apenas de um auxiliar de pedreiro.

Sem invencionices, as opções de tira-gostos são preparadas por Fernando e levam o nome de praias brasileiras. São sugestões apetitosas o camarão imaruí, frito no alho (R$ 33,00), e os generosos pastéis caiobá, servidos em porção de quatro unidades (R$ 16,00 de camarão; R$ 15,00 de carne; R$ 14,00 de queijo). Também na lista, o peruíbe é um escondidinho de carne-seca com catupiry (R$ 15,00) e o peixe empanado, acompanhado de molhos de gengibre e rosé (R$ 24,50), atende por picinguaba.

Caprichadas, as caipirinhas (R$ 12,50, com vodca nacional) chegam à mesa com frutas da estação -- a de jabuticaba é ótima pedida. Ambas na garrafa long neck, as únicas opções de cerveja disponíveis são a Skol (R$ 4,00) e a Stella Artois (R$ 5,00). O preço da passagem no barquinho varia de acordo com a distância e o horário -- na nossa visita, em uma sexta, às 22h, foram cobrados 3,50 reais na ida e o mesmo valor na volta.

Caiçara. Rua Doutor Sebastião de Aquino, 170 (frente), Ilha da Gigoia, ☎ 2484-7983 (100 lugares). 17h/1h (dom. 13h/20h; fecha seg. e ter.). Cc: todos. Cd: todos. ? Aberto em 2012

Fonte: VEJA RIO