BARES

Dupla dinâmica

Bem-sucedidos na noite carioca, Fabio Battistella e Rodrigo Penna unem força no Barzinho

Por: Rachel Sterman - Atualizado em

BEBIDAS ✪✪✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪✪ | COZINHA ✪✪✪✪

Selmy Yassuda
(Foto: Redação Veja rio)

Fabio Battistella é dono de três redutos badalados: Meza Bar, DoiZ e .Oztel. Ator, Rodrigo Penna ganhou notoriedade nos últimos tempos como produtor e DJ da festa Bailinho. Juntos, eles criaram o Barzinho, que, aberto há menos de um mês, já forma novas filas na Lapa. Vencida a espera, preste atenção no enorme pé-direito de 12 metros, com paredes de pedra aparente adornadas com trabalhos assinados pelo coletivo artístico de Penna, o Contrate-me Leão. Na decoração, o cenógrafo Sergio Marimba usou sua coleção de fotos antigas para montar colagens nas mesas. Outra atração no ambiente moderninho é o painel com referências da infância de outrora: a dupla Piu-Piu e Frajola, o ratinho Topo Gigio e até o jogo Genius aparecem envolvidos em luzes de LED.

No cardápio, propositadamente mais popular do que o das outras casas de Battistella, clássicos de boteco ganharam releituras apetitosas. Experimente o crocante frango à passarinho empanado em parmesão e acompanhado de catupiry (R$ 39,00), servido em um escorredor de macarrão. Onipresente em receitas de botequim, a carne-seca aparece no saboroso bolinho de risoto com catupiry (R$ 29,00, seis unidades). Lá, o chope não brilha sozinho na seleção de bebidas, como em muitos outros bares da região. Servido na tulipa (R$ 4,50, da Itaipava), disputa as atenções com poucos, mas bons drinques. A caipirinha gemido (R$ 18,00) é uma mistura inesperada de caju fresco, limão-taiti e limão-siciliano. Já a conchinha (R$ 18,00) reúne tangerina, uva (em pedaços inteiros), pimenta e vodca. Dica: prefira as mesas do mezanino, pois o térreo, a partir de 0h30, vira uma pista de dança sob o comando de Penna ? a entrada começará a ser cobrada em breve.

Barzinho. Rua do Lavradio, 170, Lapa, ☎ 2221-4709 (130 lugares). 18h/2h (sex. e sáb. até 4h). Cc: todos. Cd: todos. ↔ Aberto em 2012.

Fonte: VEJA RIO