Maravilha de cenário

Comida, bebida e um visual privilegiado do Rio

Conheça cinco pontos da cidade em que o bom cardápio não é a única atração

Por: Rafael Cavalieri

Bar do Alto
Orla de Copacabana é vista da laje do Bar do Alto (Foto: Tomás Rangel)

Bar do Alto

Do terraço encarapitado no Morro da Babilônia se avistam, em toda a sua extensão, as praias do Leme e de Copacabana, além de pequeninas Ilhas Cagarras ao fundo da cena. Com esse patrimônio à disposição da clientela, a casa de Rubens Zerbinato, o Pituca, foi eleita pelo júri do especial Comer & Beber 2014, publicado por VEJA RIO, o melhor endereço da cidade na categoria Visual do Rio. Após subir os 280 degraus da escada, que começa no fim da Ladeira Ary Barroso, recupere o fôlego antes de pedir o excelente drinque feito de espumante, açaí e morango (R$ 20,00). Criação mais recente, a original combinação de vodca, Cointreau, xarope de melancia e espuma de rapadura é oferecida pelo mesmo preço. Podem acompanhar os bebes o apetitoso harumaki de feijoada (R$ 20,00, oito unidades) ou arepas (R$ 18,00, doze unidades), espécie de pãozinho de canjica servido com salsa de tomate. Rua São Jorge, casa 4, Leme, ☎ 98684-5517 e 2530-2506 (80 lugares). 12h/22h (fecha seg.). Cc: D, M e V. Cd: todos. Aberto em 2014.

Bar d’Hôtel

Acomodado no agradável ambiente de luz baixa e decoração requintada com privilegiada vista para a Praia do Leblon, explore a carta de drinques. Refrescante, o maria victoria (R$ 23,00) combina vodca de baunilha, lichia, hortelã e água de coco. O sayuri (R$ 22,00) traz saquê, uva niágara e limão-siciliano. Na cozinha de cardápio criativo são preparados os mini-hambúrgueres (R$ 38,00, seis unidades) recheados de carne de cordeiro, foie gras e teriyaki de frutas vermelhas. Saboroso, o foie aparece novamente grelhado, coroando o steak tartare d’hôtel (R$ 39,00), acompanhado de chips de batata. Delícia do mar, o camarão crocante (R$ 32,00, oito unidades), empanado em castanha-de-caju e coco, fica melhor ainda com o chutney de laranja que o acompanha. Avenida Delfim Moreira, 696, térreo, Leblon (Hotel Marina All Suites), ☎ 2172-1112 (70 lugares). 12h/1h. Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 1999.

Bar do Tino
Vista deslumbrante e cardápio excelente: méritos do Bar do Tino (Foto: Selmy Yassuda)

Bar do Tino

Na segunda edição do Comer & Beber da Paz, especial publicado por VEJA RIO em junho, o ponto simples comandado pela família Alves Santana levou o prêmio hors­-concours com justiça. Do salão e da laje, uma vista incrível, pon­tua­da por car­tões-postais como a Baía de Guanabara, o Pão de Açúcar e o Cristo Redentor, aguarda quem encara a subida até o alto do Morro dos Prazeres. Some a isso um cardápio impecável todo feito em duas churrasqueiras que espalham um cheiro inebriante. Para grupos grandes, o destaque é o mistão (R$ 120,00), reunião de praticamente todos os itens do menu, como o famoso frango de pele crocante, costela suína, queijo de coalho, linguiça, carne de sol e nacos de aipim. Tudo isso acompanhado de arroz, fei­jão-tropeiro e batatas fritas. Batidas de produção própria, em sabores como gengibre, caju e maracujá (R$ 3,50 cada uma), podem abrir os trabalhos. Para acompanhar, a dica é a cerveja Original (R$ 9,00). Rua Almirante Alexandrino, 3780, casa 7, ☎ 2225-5780 e 99211-5862 (30 lugares). 11h/18h (apenas sáb. e dom.). Cd: todos. Aberto em 2004.

Kiosque do Português Lagoon
Salão da unidade do Lagoon tem vista para a Lagoa (Foto: Veja Rio)

Kiosque do Português

Na unidade do Complexo Lagoon, as saborosas caipirinhas que deram fama ao negócio são saboreadas diante da Lagoa Rodrigo de Freitas. Escolha a base alcoólica, que pode ser vodca, cachaça, saquê e até tequila, e a combine com variados tipos de fruta. As de carambola, de tangerina com gengibre, de laranja kinkan e de lichia estão entre as mais pedidas (R$ 16,00, com Smirnoff; R$ 22,00, com Ketel One; R$ 18,00, com cachaça). Criação curiosa, a caipi Ketel One bicolor (R$ 22,00) chama atenção por vir com morango e amora embaixo e abacaxi com manga por cima. Uma rodela de limão separa os dois sabores, que se fundem conforme se vai bebendo. Dica para acompanhar, a linguiça temperada no vinho com farofa (R$ 28,00) é uma delícia. Mais chique, o queijo brie chega à mesa ladeado por geleia (R$ 38,00). Recentemente pizzas passaram a ser servidas nas duas casas. Avenida Borges de Medeiros, 1424 (Lagoon), Lagoa,   ☎ 2239-9936 (100 lugares). 12h/0h (sex. e sáb. até 1h). Cc: todos. Cd: todos. Rua Jardim Botânico, 585, Jardim Botânico, ☎ 2239-9936 (120 lugares). 16h/0h (sáb. e dom. a partir das 12h; fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2013.

Palaphita Kitch
Vista privilegiada da Lagoa é trunfo do Palaphita Kitch (Foto: Christina Serqueira)

Palaphita Kitch

O quiosque que trouxe novos ares à Lagoa é uma ode à Amazônia. Afinal, o idea­li­za­dor do negócio, Mário de Andrade Netto, nasceu naquele estado. Além de homenagear a terra natal na decoração, ele explora a gastronomia do Norte tanto nos petiscos e pratos principais como nos drinques. Acomode-se no ambiente de iluminação indireta e bancos com almofadões, observando as famosas capivaras de madeira pintadas em cores vibrantes. São novidades na carta de drinques a caipikitch (R$ 29,50), que combina melancia, hortelã e gengibre, e a clerikitch, feita com espumante, morango, abacaxi, kiwi, tangerina, Cointreau, conhaque e soda (R$ 143,00, a jarra com 1 litro). Acompanhamento bom na ala das entradas, o arrombado (R$ 53,00) pega o camembert, um clássico queijo francês, e o traz recheado de picadinho de tucunaré, pimen­ta-de-cheiro e banana pacovão. Outra bela dica, o arre égua (R$ 37,50) consiste em queijo gruyère, temperado com jambu, uma erva famosa por causar leve dormência na boca, flambado na cachaça. Avenida Epitácio Pessoa, s/nº, quiosque 20, Parque do Cantagalo, Lagoa, ☎ 2227-0837 (150 lugares). 18h/1h (seg. até 0h). Cc: V, D e M. Cd: todos. www.palaphitakitch.com.br. Aberto em 2004.

Fonte: VEJA RIO