BARES

Variações em torno do bacalhau

Além do novo bolinho no Boteco D.O.C., o peixe ganha receitas inventivas em mais oito endereços da cidade. Confira

Por: Rafael Cavalieri

Rodrigo Azevedo/Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Academia da Cachaça

Nem só da empada de queijo de coalho com alecrim (R$ 8,90), um dos hits locais, ou do sempre cremoso e mais do que tradicional escondidinho original, feito com carne de charque desfiada, purê de aipim e requeijão gratinado (R$ 31,50), vive o cardápio do bar. Sugestão de alma portuguesa, o pois, pois traz bacalhau refogado com alho-poró e amêndoas misturado a creme de leite e ovos, sob cobertura de inhame crocante (R$ 31,50). Cai bem com os mais de 100 rótulos de cachaça ou a Original gelada (R$ 10,80, 600 mililitros).

Rua Conde Bernadotte, 26, lojas E a G, Leblon, ☎ 2529-2680 e 2239-1542 (180 lugares). 12h/1h (sex. e sáb. até 2h). Cc: todos. Cd: todos; Avenida Armando Lombardi, 800, loja 65 L (Condado de Cascais), Barra, ☎ 2492-1159 (200 lugares). 12h/1h (seg. até 17h, sex. e sáb. até 2h, dom. até 19h). Cc: todos. Cd: todos. www.academiadacachaca.com.br. Aberto em 1985.

Bar da Dona Maria

Mesmo aos 94 anos de idade, Maria Ramos acompanha diariamente o funcionamento do Café e Bar Brotinho (esse é o nome oficial do estabelecimento) ao lado dos filhos Maria e José, o Zezinho. Por lá, faz sucesso a feijoada completa (R$ 57,00). Oferecida pelo mesmo preço, outra atração concorrida entre os pratos principais é o risoto de bacalhau. Também valem a visita os bolinhos, receitas da proprietária. O de bacalhau está na lista (R$ 2,50). O peixe aparece uma terceira vez, recheando o pastel frito na hora (R$ 4,00). Sempre gelada, a cerveja pode ser Heineken, Bohemia ou Original (R$ 10,00 a garrafa).

Rua Garibaldi, 13, Tijuca, ☎ 2238-5091 (60 lugares). 8h/20h (qui. e sex. até 21h; sáb. 9h/18h; fecha dom.). Cc: M e V. Cd: R e V. Aberto em 1960.

Bar da Portuguesa

Aos domingos a portuguesa Donzília Gomes, conhecida como Don Don, serve um carnudo torresmo (R$ 6,00 a porção), boa pedida para acompanhar a cerveja sempre gelada das marcas Antarctica Original e Bohemia (R$ 7,50, 600 mililitros). Outras estrelas do balcão do bar suburbano são os salgadinhos vendidos por unidade, em sua maioria a R$ 3,80 cada um. Há empada de camarão e frango, bolinho de aipim com carne-seca e pastel de camarão. Mas para justificar o nome e a nacionalidade, receitas com bacalhau brilham na casa. O peixe aparece em lascas, com cebola, salsinha e pimentão, na fritada do tio hélio (R$ 30,00), e no tradicional bolinho (R$ 3,90 a unidade).

Rua Custódio Nunes, 155, loja D, Ramos, ☎ 2260-8979 (70 lugares). 17h/0h (sex. até 2h; sáb. e dom. 11h/18h; fecha seg.). Cc: M e V. Cd: R e V. Aberto em 1972.

Bar Urca

A paisagem exuberante da Baía de Guanabara, pontilhada de embarcações, com a Ponte Rio-Niterói ao fundo, é uma das mais celebradas no Rio. Nos fins de semana de sol a disputa por um espaço na mureta em frente ao bar é grande e constante. Os clientes vão até o balcão, compram cascos trincando de Original e correm para aproveitar a vista (R$ 10,50, 600 mililitros). Para acompanhar a cerveja gelada, nada melhor do que um excelente bolinho de bacalhau frito na hora (R$ 3,50). Se preferir, experimente também o festejado pastel de camarão (R$ 3,75) ou a sardinha frita e bem temperada (R$ 5,00).

Rua Cândido Gaffrée, 205, Urca, ☎ 2295-8744, Urca (70 lugares). 7h/23h (sáb. a partir das 8h; dom. 8h/20h). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 1939.

Galeto Sat's

Na churrasqueira comandada por Antônio Siqueira durante a madrugada são preparados galetos impecáveis ao molho de limão, laranja, manteiga e alho (R$ 21,00), além da clássica porção de coração de galinha, dica de aperitivo (R$ 20,00). Mas é da cozinha que chega a porção de linguiça de bacalhau (R$ 35,00). Isso mesmo. À base do peixe de sabor marcante, o embutido é servido com cubos de pimentão vermelho e amarelo, cebola, azeitonas pretas e ovos de codorna. Peça um chope Brahma (R$ 6,00, caldeireta de 350 mililitros) para acompanhar, ou então explore uma das 150 opções de cachaça da carta montada pelo proprietário e verdadeiro estudioso do assunto Sérgio Rabello.

Rua Barata Ribeiro, 7, loja D, Copacabana, ☎ 2275-6197 e 2543-8841 (40 lugares). 12h/4h.

Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 1962.

Pavão Azul

Já citado em crônica do escritor e compositor Antônio Maria (1921-1964), o boteco é uma instituição de Copacabana. Imbatíveis, as pataniscas de bacalhau (R$ 9,20, quatro unidades) são bolinhos sem a batata a ofuscar a presença do peixe. Na receita de família das irmãs portuguesas Bete e Vera Afonso, o salgado chega crocante, bem temperado e sempre quente, já que a frigideira trabalha sem parar. Faz sucesso também uma pedida mais substanciosa: o risoto de camarão farto e molhadinho serve tranquilamente duas pessoas (R$ 30,00). Para beber, cascos trincando de Original, Brahma Extra ou Bohemia são servidos a quem conseguiu uma mesa ou fica em pé na calçada (R$ 8,00, 600 mililitros).

Rua Hilário de Gouveia, 71, lojas A e B, Copacabana, ☎ 2236-2381, ?Siqueira Campos (36 lugares). 12h/0h (dom. até 20h). Cd: todos; Rua Barata Ribeiro, 348, loja B, Copacabana, ☎ 2236-2381, ? Siqueira Campos (40 lugares). 12h/0h (fecha seg.). Cd: todos. Aberto em 1957.

Pontapé Beach

No belo armazém de 1938, à beira da Praia da Ribeira, a proprietária e quituteira Rose Coelho instalou uma versão ampliada de seu primeiro bar. Brilham na cozinha o croquete de arroz de brócolis e bacalhau, conhecido como bacalhauzinho da derci (R$ 22,00, seis unidades), receita escolhida para a estreia no concurso Comida di Buteco, em 2009. Fora do mar, o filé de sol acebolado, acompanhado de farofa, aipim frito, queijo de coalho e manteiga de garrafa (R$ 49,00), é sucesso total. Para beber, há cerveja em garrafa de 600 mililitros das marcas Antarctica Original e Heineken (R$ 9,00 cada uma). De terça a sexta, a música ao vivo toma conta do ambiente a partir das 20h.

Praia da Ribeira, 63, Ilha do Governador, ☎ 3495-2285 (280 lugares). 18h/0h (sáb. a partir de 12h; dom. 12h/17h; fecha seg.). Cc: M e V. Cd: R e V. Aberto em 2005.

Venga!

A pioneira entre as casas de tapas do Rio está com novidades. E o bacalhau aparece em diversos momentos. Sugestão de entrada, a esqueixada de bacalao é uma pedida refrescante que traz o peixe apenas curado no sal e reidratado para depois ser desfiado e servido com azeitonas pretas, tomate e bastante azeite (R$ 24,00). Outra sugestão recém-chegada, os dados de bacalao são cubos do peixe cobertos por aïoli de mel gratinado com maçarico e acompanhados de espinafre (R$ 25,00). Para beber, não invente: a refrescante sangria batizada com o nome do bar leva vinho branco, refrigerante de limão, licor de laranja e frutas (R$ 50,00, 1 litro).

Rua Dias Ferreira, 113, loja B, Leblon, ☎ 2512-9826 (34 lugares). 12h/1h (seg. a partir das 18h; dom.

a ter. até 0h). Cc: todos. Cd: todos; Rua Garcia D'Ávila, 147, loja B, Ipanema, ☎ 2247-0234 (84 lugares). 12h/1h (dom. a qua. até 0h). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2009.

Fonte: VEJA RIO