Ele voltou!

Após reformas, Bar da Praia reabre as portas

Estabelecimento mais antigo da rede de hotéis Marina passa por mudanças no visual e no cardápio

Por: Rafael Cavalieri

Bebida ✪✪✪ | Ambiente ✪✪✪ | Comida ✪✪✪

Bar da Praia
Bar da Praia passou por reformas (Foto: Tomás Rangel)

O negócio principal são os quartos com vista para a orla do Leblon ao Arpoador, mas não há como negar que a rede de hotéis Marina também ajuda a movimentar a noite do bairro. No All Suites, o Bar d’Hôtel, com seu ambiente austero, oferece drinques inventivos e pratos bem executados. O Bar do Lado, no térreo do mesmo prédio, chama atenção pelo público espalhado na calçada, jogando conversa fora e exercitando as artes da azaração. A regra se repete no Marina Palace. Por lá, o mais antigo dos três pontos boêmios, o Bar da Praia, passou por uma bem-vinda repaginada sob a batuta do arquiteto André Piva e reabriu no começo de outubro. A varanda ficou mais sóbria, agora livre do painel colorido e chamativo que retratava de forma quase caricata recantos turísticos da cidade. Também saíram de cena os tons escuros do cercado. O ambiente está clean, com quadros pendurados na parede de tons pastel. 

Podem-se bebericar os drinques locais até nos bancos dispostos na calçada. Receita inusitada, a caipivodca de morango com energético pode chegar no copo (R$ 23,00) ouem uma jarra de 750 mililitros (R$ 60,00). Na carta de bebes, agradou a criação que leva o nome da casa, uma reunião de vodca, limão-siciliano, suco de laranja e monin de rosas, responsável pelo toque adocicado (R$ 21,00). Servido pelo mesmo preço, o refrescante cae’s combina vodca cítrica, suco de cranberry e raspas de limão-siciliano. Na ala dos petiscos, os croquetesde pupunha (R$ 29,00, seis unidades) chegaram sem a esperada textura crocante. Melhor pedida, o menu japonês exibe sugestões como o tartarede salmão escoltado por biju crocante (R$ 38,00) e o combinado onda (R$ 62,00), com 22 peças que mostram a variedade de cortes disponíveis.

Rua João Lira, 5, Leblon (Hotel Marina Palace), ☎ 3613-5150 (80 lugares). 16h/0h (qui. até 2h; sex. e sáb. até 4h). Cc: todos.Cd: todos. Aberto em 1998.

Fonte: VEJA RIO