BARES

Alves

Atraente cardápio é recheado com especialidades portuguesas

Por: Rachel Sterman - Atualizado em

COMIDA ✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | BEBIDA ✪✪✪

fernando lemos
(Foto: Redação Veja rio)

Um diminuto salão e mesinhas na concorrida calçada do Jardim Oceânico compõem o primeiro negócio próprio de Leonardo Alves. Acostumado a comandar cozinhas ? trabalhou como chef do Café Botânica, no Humaitá ?, ele ficou à vontade para, inspirado pela boa tradição de botecos cariocas, rechear seu atraente cardápio de especialidades portuguesas. Na ala de petiscos da terrinha, são escolhas sem erro a alheira (R$ 15,00 a unidade), embutido de carne de porco defumada e pão, e o salpicão (R$ 15,00 a porção). Outro acerto, o bolinho de bacalhau (R$ 3,50 a unidade) é enrolado na colher e chega à mesa seco e dourado. Para beber, não hesite: as estrelas locais são os chopes Therezópolis (R$ 7,00) e Brahma (R$ 5,20). Em casco, há Original e Brahma Extra (R$ 7,90 cada uma), além do chope engarrafado artesanal Daserra, de Teresópolis (R$ 14,90 o claro, R$ 16,90 o escuro, ambos em 600 mililitros).

Avenida Olegário Maciel, 231, Barra da Tijuca, ☎ 3215-6920 (100 lugares). 11h30/0h30 (sex. e sáb. até 2h30; fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. ? Aberto em 2012.

Intercâmbio: uma vez por semana, na Quinta do Alves, um chef convidado cria um sanduíche exclusivo que fica em cartaz apenas no dia do evento

Fonte: VEJA RIO