NOITE

Vivo Open Air

Uma tela de 325 metros quadrados exibirá clássicos do cinema, seguidos de festas e shows

Por: Rafael Cavalieri

Fotos divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Desde a primeira edição, em 2002, no Jockey Club, o festival tornou-se um evento concorrido no calendário da diversão carioca. Após um intervalo de dois anos, está de volta à cidade - agora na Marina da Glória. A necessidade de um espaço amplo explica-se pelas dimensões da atração principal: uma tela de 325 metros quadrados, resistente a chuvas e ventanias. A partir de quinta (15), e até 1º de junho, será projetado um filme por dia, exceto nas segundas-feiras. Festas e apresentações musicais ao vivo garantem a animação noite adentro após cada sessão. A seleção cinematográfica traz duas pré-estreias, o documentário Storm Surfers, sobre dois caçadores de ondas gigantes, na abertura, e o nacional O Lobo Atrás da Porta, com exibição prevista para o dia 22. No restante da lista sobram clássicos para todos os gostos. A formosa Jennifer Beals cresce no telão em Flashdance (1983), na sexta (16), enquanto Malcolm McDowell comete suas maldades no sábado (17), em Laranja Mecânica (1971), de Stanley Kubrick. Três episódios da saga Guerra nas Estrelas, O Poderoso Chefão 2 e o blockbuster O Homem de Ferro 3 são outros dos títulos escolhidos. Depois dos créditos finais, a vez é da música. Na quinta (15), Rodrigo Santos, baixista do Barão Vermelho, comanda o trio Os Lenhadores, ao lado de Fernando Magalhães (guitarra) e Kadu Menezes (bateria), com repertório de rock dos anos 80. No dia seguinte entra em cena a festa Modinha!, com samba, funk e outros gêneros dançantes nos pickups. A agenda na Marina inclui outras baladas e artistas de peso, como a cantora Céu (dia 29) e os integrantes do grupo escocês The Jesus and Mary Chain (dia 27).

Marina da Glória. Avenida Infante Dom Henrique, s/nº, Glória. Quinta (15) a sábado (17), a partir das 19h30; domingo (18), a partir das 18h. R$ 40,00 (sex. e sáb. R$ 50,00). Bilheteria: (ter. e qua. 19h; dom. 17h; fecha seg.). Até 1º de junho.

Atenção: apesar do sistema de venda antecipada, os lugares nas sessões de cinema não são marcados. Quem chegar primeiro leva

Fonte: VEJA RIO