NOITE

Noite

Confira as festas que são destaque na programação noturna desta semana

Por: Rafael Cavalieri

Do Leme ao Pontal

O agito criado em homenagem a Tim Maia (1942-1998) completa dois anos. Para celebrar, a Banda Vitória Régia, que acompanhou o cantor durante grande parte de sua carreira, executa ao vivo seus maiores clássicos. Até a meia-noite vigora o open bar de cerveja, Jägermeister e espumante.

Museu de Arte Moderna. Avenida Infante Dom Henrique, ☎ 3883-5600. Sábado (13), 22h. R$ 150,00 (mulheres, 2º lote) e R$ 180,00 (homens, 2º lote). ICE.

Jazz Ahead

De volta ao Clube dos Macados, a noitada exibe seu estilo musical favorito já no nome. O trio dinamarquês Astro Buddha Agogo recebe o público com um tributo ao astro americano Ray Charles (1930-2004). Antes e depois da apresentação, o DJ Gustavo MM comanda os pickups.

Clube dos Macacos. Rua Pacheco Leão, 2038, Jardim Botânico. Informações, ☎ 3875 6034. Sábado (13), 22h. R$ 50,00 (1º lote) a R$ 80,00 (4º lote).

Paradiso & Nugrooves Rio

Baterista da banda inglesa Blur, responsável por hits como Song 2 e Parklife, Dave Rowntree é a grande atração da noite. Ele vai fazer um set como DJ tocando o melhor do rock inglês das últimas décadas.

La Paz Club. Rua do Rezende, 82, Centro, ☎ 2509-2403. Sexta (12), 23h. R$ 70,00. www.woowzone.com.br.

Pop - 15 Minutos de Fama

O espetáculo que mistura teatro, show e dança ganha o palco nos sábados de setembro. No repertório, paródias de clipes musicais, novelas mexicanas e programas de auditório. Terminada a sessão, DJs agitam as pistas da casa de público gay e descolado. Além do animado videokê, cerveja e caipirinha são liberadas.

Buraco da Lacraia. Rua André Cavalcanti, 58, Lapa. Sábado (13), 20h30. R$ 35,00.

Warung Tour Rio 2014

Reduto famoso de música eletrônica em Santa Catarina, a Warung vira festa no Rio, com um time de sete DJs, entre eles Fabo e Leo Janeiro.

La Isla Beach Club. Estrada da Barra, 793, Barra, ☎ 2493-0005. Sábado (13), 16h. R$ 120,00 (mulheres, 2º lote) e R$ 180,00 (homens, 2º lote). ICE.

Fonte: VEJA RIO