Lazer

Dez lugares para fazer piquenique

Enormes áreas verdes espalhadas pelo Rio são cenário perfeito para reunir famílias e amigos

por Ernesto Neves | 02/09/2011 16:35

 

Cercado de montanhas e com a maior floresta urbana do mundo dentro de seu território, a cidade é ideal para a realização de atividades ao ar livre. Do Jardim Botânico à Barra da Tijuca, passando pelo Parque da Pedra Branca e a Lagoa, dificilmente outra cidade conta com tantas opções de escolha. Listamos aqui dez lugares para quem deseja fazer um piquenique enquanto aprecia belas paisagens.

 

1- Parque Catacumba
Com 30 hectares de floresta encravados na Lagoa, seu ponto forte é a vista espetacular da região, que inclui Ipanema, Leblon, Morro Dois Irmãos e Pedra da Gávea. Criado nos anos 70, conta ainda com obras de artistas plásticos ao ar livre. Além de apreciar a vista, quem fizer piquenique ali pode queimar as calorias no circuito de aventuras, que inclui escalada de muro (R$ 15,00) arvorismo (R$ 30,00) e rapel (R$ 100,00).
Onde: Lagoa Aventuras: Avenida Epitácio Pessoa, 3000, tel. 4105-0079 e 7870-9162
De terça domingo, das 9h30 às 16h30. Grátis


2- Jardim Botânico
Orgulho da cidade, foi criado há 203 anos e dispõe de uma coleção de oito mil espécies de plantas. Oferece área exclusiva para os lanches em família, o Parque das Crianças, com mesas, bancos e um parquinho. Não é preciso agendar horário previamente e são vetadas garrafas pet e isopor.
Onde: Rua Jardim Botânico, 1008, Jardim Botânico, tel. 3874-1808 e 3874-1214. Das 8h às 17h. R$ 6,00.

3- Parque Lage
Próximo ao Jardim Botânico e aos pés do Corcovado há outra boa opção. Do belo jardim do Parque Lage, a vista para o Cristo é coroada com a mansão em estilo eclético construída pela família Lage em 1849. Para as crianças há grutas espalhadas pelos 52 hectares do parque.
Rua Jardim Botânico, 414, Jardim Botânico, tel. 3257-1800. Das 7h às 17h. Grátis

4- Bosque da Barra
Seguro e bem cuidado, é a opção mais indicada da Zona Oeste para relaxar. São três quilômetros com ciclovias e extensos gramados, além de vegetação típica de restinga. O melhor lugar é em torno do lago. Além do visual, palmeiras protegem do sol e, durante a refeição, são comuns visitas de biguás e quero-queros. Para que for de carro, o estacionamento possui 150 vagas.
Onde: Avenida das Américas 6000, tel. 2503-2779. Das 7h às 17h. Grátis.

5- Parque Pedra Branca
Considerado a maior floresta urbana do mundo, tem 125 quilômetros quadrados e faz a alegria dos moradores da Zona Oeste. A unidade de conservação ambiental possui 30 trilhas e espécies típicas da mata atlântica, como o porco-espinho do mato. Possui sedes nos bairros de Jacarepaguá, Camorim e Realengo.
Onde:
Sede Pau-da-Fome: Estrada do Pau-da-Fome, 4003, Jacarepaguá, tel. 2446-4557
Sede Camorim: Estrada do Camorim, 2118, Camorim, tel. 3417-3642
Sede Piraquara: Rua do Governo, s/nº, Realengo, tel. 2333-5251. Grátis. Das 8h às 17h.

6- Parque Nacional da Tijuca
Com acesso pelo Alto da Boa Vista, tem cachoeiras, pequenas trilhas para crianças, a bela capela Mayrink e mirantes. Próximo ao centro de visitantes há uma área própria para lanches e piqueniques, com churrasqueiras, mesas e bancos. Com sorte, o encontro é acompanhado de perto por dezenas de micos.
Onde: Praça Afonso Viseu, s/n°, Alto da Boa Vista, tel. 2495-4863. De segunda a sexta, das 8h às 17h. Sábado e domingo até 17h. Grátis.

 


7- Parque Estadual do Grajaú
Reformado e com áreas reflorestadas, o parque criado em 1978 é ideal para a prática. Disponibiliza mesas e churrasqueiras, é sombreado e aos pés da pedra do Bico do Papagaio, símbolo do bairro da Zona Norte. Também há extensa área de lazer com direito a parquinho.
Onde: Rua Comendador Martinelli, 740, Grajaú, tel. 2578-6068. Das 8h às 17h. Segunda não abre. Grátis.

8- Parque da Cidade
Antiga residência de verão do Marquês de São Vicente, tem jardins e vegetação exuberante. Após o lanche, vale a visita ao Museu Histórico da Cidade, que guarda relíquias como um trono que pertenceu a D. João VI. No século XIX, A região foi ocupada por fazendas de café e algumas das trilhas ainda existentes foram feitas por escravos.
Onde: Estrada Santa Marinha, 503, Gávea, tel. 2512-5223. Horário de funcionamento do Parque: de 8h às 17 horas. O museu abre de terça a domingo, das 11 às 17 horas.

9- Parque Estadual da Chacrinha
Quem passa pela frenética Avenida Nossa Senhora de Copacabana nem imagina que o bairro guarda um tesouro ecológico. Próximo à estação de metrô Arcoverde e de fácil acesso pela rua Guimarães Natal. Há churrasqueiras e mesas para os visitantes, mas é preciso ficar atento: micos-estrelas podem, sem nenhuma cerimônia, furtar alimentos ali. O parque exige reserva na administração antes do piquenique e o visitante precisa ir munido de identidade e CPF.
Onde: Rua Guimarães Natal, s/n°, Copacabana, tel. 2542-3247. Das 8h às 17h, fecha segunda-feira para manutenção. Grátis.

10- Quinta Boa Vista
Antes de seguir para o Museu Nacional ou o Jardim Zoológico, a área de lazer da Quinta da Boa Vista pode proporcionar um excelente piquenique. Frequentado pela nobreza nos tempos do Império, os jardins de São Cristóvão foram projetados no século XIX e tem vista para o lago cheio de pedalinhos.
Onde: Avenida Pedro II, s/n°, São Cristóvão, tel. 2589-4279. Grátis.

 

Esquecemos de algum? Mande sua dica para nós!