Mostra audiovisual apresenta a Rocinha sob o olhar dos moradores

Projeto Regiões Narrativas exibe produções realizadas por seus alunos ao longo de 2014, com curtas documentais e de animação, além de uma exposição fotográfica

 

Nesta quinta (11), os cariocas poderão entender melhor como é a rotina dos moradores da maior favela da América Latina. A Biblioteca Parque Estadual, no Centro, recebe uma mostra audiovisual em que serão apresentados quatro curtas documentais, um curta de animação e dezenas de fotografias. Os trabalhos foram produzidos pelos alunos do projeto Regiões Narrativas ao longo de todo o ano de 2014.

Entre os fatos retratados, estão situações pouco conhecidas por quem não mora no local, como a Via Sacra da Rocinha, que acontece há 21 anos e é encenada por atores da comunidade; ou ainda a cultura do funk na favela e sua proibição em comunidades pacificadas.

Além da mostra, a programação inclui um debate, às 16h30, sobre as linguagens audiovisuais como instrumentos de novas maneiras de perceber e narrar o mundo, com a presença do cineasta Cavi Borges, da animadora Claudia Bolshaw e do fotógrafo Ratão Diniz.

+ Veja outras atrações gratuitas na cidade

Confira abaixo a programação completa do evento:

16h – Visita mediada (programada para os alunos da Oficina) à Biblioteca Parque do Estado

16h30/ 18h30 – Mesa de debate com Cavi Borges (cineasta, produtor e empresário de cinema); Claudia Bolshaw (Núcleo de Arte Digital e Animação/PUC RJ); e Ratão Diniz (fotógrafo do Observatório de Favelas /Imagens do Povo)

18h30 – Exibição dos curtas produzidos pelos alunos do Regiões Narrativas 2014

  • O mundo de Maria – Aborda a temática da acessibilidade na Rocinha. O vídeo acompanha o dia de uma menina cega que vive e transita pela Comunidade, tratando os desafios que a menina enfrenta cotidianamente.
  • Via Sacra na Rocinha – Aborda a cultura na Rocinha. O vídeo trata da realização da Via Sacra na Comunidade, acompanhando a apresentação e entrevistando os atores que participam do evento anual. 
  • Edir Caseiro, uma vida para a cidadania – Aborda a temática da educação na Rocinha. O vídeo conta a história de uma professora da Rocinha que dedicou sua vida ao ensino na Comunidade e faleceu em 2013. Seu trabalho foi homenageado pelos moradores ao nomear a creche inaugurada recentemente. 
  • Não deixa o Funk morrer – Aborda a temática da cultura na Rocinha. O vídeo trata do Funk na Comunidade, das dificuldades que os artistas vivenciam atualmente com a burocratização das expressões culturais e a proibição das festas na região.
  • Marcas da Desilusão – Animação produzida por toda a turma da oficina. 

19h – Confraternização – Projeção simultânea das fotografias produzidas no Regiões Narrativas 2014

A Biblioteca Parque Estadual fica na Avenida Presidente Vargas, 1261, Centro.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s