Romance fadado à tragédia

Drama de época traz a história de uma mulher disposta a qualquer coisa por amor

Poucos cineastas se dedicam tão intensamente à melancolia como o diretor inglês Terence Davies, de 67 anos. Nos formidáveis Vozes Distantes (1988) e O Fim de um Longo Dia (1992), ele foi buscar inspiração em lembranças da própria infância, filmadas em atmosfera de sonho. Afastado da ficção há onze anos, o cineasta retorna com um drama de época não tão marcante, mas fiel ao seu estilo, aparente na fotografia enevoada e na trilha sedutora. A trama, adaptada de uma peça escrita por Terence Rattigan em 1952, enfoca a angústia de uma mulher casada (interpretada por Rachel Weisz) que se apaixona por um piloto da Força Aérea Real (Tom Hiddleston). Decidida a pedir o divórcio, ela entra em uma crise ao desconfiar que seu amante não está tão envolvido na relação.

✪✪✪ Amor Profundo, de Terence Davies (The Deep Blue Sea, Inglaterra/EUA, 2011, 98min). 14 anos. Estreou em 10/5/2013. Cinemark Village Mall 2, Cinépolis Lagoon 2, Espaço Rio Design 3, Estação Rio 1, Estação Vivo Gávea 2, Kinoplex Fashion Mall 2, Leblon 2, Roxy 1, São Luiz 1, UCI New York City Center 9.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s