Suspense policial À Procura instiga, mas desaponta

Novo longa de Atom Egoyan enfoca investigação do sumiço de uma garota

 

Tal qual em Sem Evidências (2013), trabalho anterior do diretor Atom Egoyan, há em seu novo suspense policial uma premissa instigante, desenrolar de surpresas, desfecho atropelado e… conclusão frouxa. A questão moral aqui também se torna um problema sem solução. Tudo começa com o misterioso desaparecimento de Cass, a pequena filha do casal Matthew (Ryan Reynolds) e Tina (Mireille Enos). A menina, simplesmente, some do carro do pai quando este sai para comprar uma torta. Sentindo o peso da culpa e apontado como suspeito por uma dupla de detetives (Rosario Dawson e Scott Speedman), Matthew continua à procura da garota, mesmo oito anos depois do caso. Jovenzinha, Cass (Alexia Fast) está viva e é mantida em cativeiro por um psicopata, que a obriga a aliciar menores pela internet. ✪✪ À Procura, de Atom Egoyan (The Captive, Canadá, 2014, 112min). 12 anos. Estreou em 4/12/2014. 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s