Alternativos de ontem e de hoje

Os fanzines literários são o tema de uma exposição em cartaz na Biblioteca Nacional, na Cinelândia, reunindo exemplares da geração mimeógrafo. Nos anos 70 e 80, jornalistas e escritores juntavam suado dinheirinho para fazer e divulgar, de forma independente, poesia e contos em tabloides rodados geralmente em preto-e-branco. Suas capas chamativas se sobressaem na mostra. Hoje os estetas do texto se valem de publicações mais coloridas e menos toscas, como a Minotauro, revista cult que chega à sua segunda edição, com o tema carne. Em suas páginas, há porquinhos assinados pela desenhista Renata de Bonis e fotos de um livro feito de filé, instalação de Artur Barrio. Cada exemplar custará 10 reais no lançamento, programado para quinta (16) na Livraria Oito e Meio, no Flamengo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s