Servidores do Degase entram em greve nesta segunda

Categoria reinvindica melhores salários e plano de cargos 

A partir de 0h de segunda (15), os servidores do Degase (Departamento Geral de Ações Socioeducativas) entram em greve por tempo indeterminado. Equiparação salarial com agentes penitenciários, retorno do plano de cargos e a criação de uma secretaria de estado para atendimento socioeducativo são as reinvindicações da categoria.

+ Designer Thomaz Velho dá aulas de arte a jovens infratores

Com a paralisação, serão mantidos apenas os serviços básicos nas unidades do órgão – como alimentaçao, higiene pessoal e assistência médica. A transferência de internos entre unidades, a visita aos adolescentes e a realização de audiências são alguns dos serviços que ficam interrompidos com a greve.

+ Justiça ouve jovens envolvidos no caso da morte de médico na Lagoa

Na próxima segunda, representantes do Sindicato de Servidores do Degase realizarão uma passeata a partir das 17h na Estrada do Galeão, na Ilha do Governador. De acordo com dados divulgados em maio pelo Degase, há cerca de 1.900 adolescentes com idades entre 12 e 21 anos internados nas unidades geridas pelo órgão. Entre 2007 e 2014, o número de internos apreendidos quadruplicou – pulando de 1.853 para 8.380. 

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s