Nutricionista ensina como fazer marmitas saudáveis

Karen Schlösser dá dez dicas para preparar refeições saudáveis e práticas para o dia a dia. Confira:

Principal responsável pelo aumento de peso, a alimentação tem se tornado, cada vez mais, motivo de preocupação do brasileiro. Seja por uma questão de estética ou de economia – de acordo com a Associação das Empresas de Refeição e Alimentação (ASSERT) comer fora de casa custa, em média, R$ 30,48 –, os adeptos da alimentação saudável têm recorrido às tradicionais marmitas para refeições práticas e saudáveis. Para ajudar esse público a espantar a preguiça, a nutricionista Karen Schlösser dá dez dicas para preparar as receitas em único dia.

+ Purê de frutas conquistam adeptos da alimentação saudável

Entre as dicas, Karen diz que o mais importante é se organizar “É possível organizar-se no dia a dia para fazer isto em cinco minutinhos de manhã, basta ter apenas uma sequência de tarefas em um momento da sua semana”, explica. A partir desta quinta (9), ela ministra a terceira edição do curso “A incrível arte das marmitas”, em que os alunos aprendem como preparar receitas práticas, além de cuidados importantes como o descongelamento, manuseio e os diferentes tipos de marmitas. 

As aulas ocorrem quinta (9), das 18h30 às 22h30, e sábado (11), das 9h às 13h, no Idélli Botafogo (Rua Mena Barreto, 120 – Botafogo). O preço é R$ 250,00.

+ Nutricionistas dão dicas de como deixar a lancheira mais saudável

Confira as dicas para uma marmita saudável:

1) É importante retirar a marmita do congelador 12 horas antes do momento da refeição e descer para a geladeira para o cuidado com a preservação da refeição e a multiplicação de bactérias. Jamais deixar a marmita descongelando em cima da pia, por exemplo;

2) Sempre optar por refeições com pouco molho, pois pode escorrer na marmita e deixar uma “lambuseira” dentro do seu potinho. Se possível leve o molho sempre separado;

3) Evite colocar na marmita alimentos como queijo, ovo ou creme de leite pois ao congelar a propriedade da refeição sempre muda, alterando a textura e sabor;

4) Ao levar para o trabalho ou universidade procure sempre carregar a marmita em uma bolsa térmica para mantê-la livre de bactérias que possam estragar com a refeição;

5) Para congelar vegetais (brócolis, couve-flor, cenoura) use a técnica do branqueamento (em que você lava bem os vegetais, corta em cubos ou rodelas, mergulha em uma panela com água já fervente e, após a fervura, joga ineditamente em recipiente com água gelada por dois a seis minutos. Esta técnica ajuda a manter qualidade dos nutrientes dos vegetais por muito mais tempo;

Karen Schlösser A Incrível Arte das Marmitas

Karen Schlösser A Incrível Arte das Marmitas

6) O preparo da marmita é uma economia tempo. Além disso, você economiza muito mais do que se estivesse comendo fora todos os dias;

7) Na hora de preparar a sua sequência de marmitas planeje primeiramente que dia você estará disponível para cozinhar, depois defina o número de refeições necessárias. Em seguida, faça uma “lista de desejos” do que gostaria de comer na semana. Aí você coloca no papel a composição destes dias. O ideal para não se perder e não cozinhar demais (ou faltar comida) é sempre colocar no papel;

+ Nove casas que servem menu para o Dia dos Namorados

8) Procure sempre combinar uma porção de proteína (carne, peixe, frango, quinoa, grão de bico) com uma porção de carboidratos (arroz, milho, cuscuz, batatas, inhame) e com uma porção de salada fresca. Se estiver com o objetivo de emagrecer, opte pela proteína e uma salada fresca que você faz no final de semana e deixa na geladeira por até três dias;

9) Você pode fazer saladas elaboradas e comê-las em um pote, de forma gelada sem precisar aquecer. Para isto sempre comece com um molho no fundo do pote, na próxima camada coloque os vegetais (cenoura, cebola, tomate). Na próxima camada coloque as folhas (elas devem estar secas) picadas no tamanho que preferir. Por fim coloque a proteína picadinha. Na hora de comer basta sacudir o seu pote para o molho espalhar; 

10) Não guarde suas marmitas quentes em recipientes de plástico. O plástico contém substâncias tóxicas como o Bisfenol-A que pode prejudicar a saúde. Sendo assim use plástico apenas para preparações já frias e não esquente nada nele. O ideal é procurar por vasilhas onde indica “sem BPA” ou vasilhas de vidro.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s