Histórias Cariocas

Fatos e curiosidades sobre o Rio e seus habitantes

A PALAVRA É…

Chega às lojas no fim do mês o CD com a safra 2014 dos sambas do Grupo Especial. Os temas são os mais variados. A Imperatriz, por exemplo, presta tributo a Zico, a Beija-Flor vem de Boni e a Mangueira tem como enredo festas populares. Numa primeira audição nos campeões das quadras, melodias e letras parecem viver um mau momento. A Unidos da Tijuca, que homenageia Ayrton Senna, traz versos de pouco lirismo, juntando internet com pitstop pouco antes do refrão. No samba da São Clemente, que falará sobre favelas, há trechos que beiram a autoajuda mais ralé: “Se o bem vence o mal, valeu/ o amanhã vou conquistar/ é preciso acreditar”. Debruçada nas doze letras do ano que vem, a jornalista Beatriz Luiza Garcia, da equipe da revista Rio, Samba e Carnaval, especializada em Sapucaí, preparou esta nuvem de palavras. O vocábulo mais citado, onze vezes no total, é “samba” (e variações como “sambar” e “sambando”). Depois vêm “coração” (nove citações) e “sonho” (oito). Já a “alegria” (três) parece andar meio em baixa na avenida.

Tim-tim pontual

historias-cariocas-02.jpg

historias-cariocas-02.jpg

Vinho combina com sol? Sim, e quem garante é o sommelier francês David Fray, este que segura uma garrafa na Praia de Ipanema. Ele está no Rio para incentivar a importação do Beaujolais Nouveau, frutado que harmoniza bem com o calor daqui. Fray marcará presença numa festa na casa de shows Miranda, na Lagoa, nesta quarta (20), reunindo chefs como Christian Tetedoie (de Lyon), Roland Villard e Frederic Monnier. A primeira garrafa será aberta pontualmente às 21 horas daqui, meia-noite em Paris, como manda a tradição.

DOIS BUSTOS NO MEIO DO TÚNEL

historias-cariocas-03.jpg

historias-cariocas-03.jpg

Na semana em que se comemora o Dia da Consciência Negra (quarta 20), a Secretaria de Conservação da Prefeitura anuncia a instalação, prometida para janeiro de 2014, de uma estátua entre as duas galerias do Túnel Rebouças, no Cosme Velho. Ali serão erguidos dois bustos, em mais uma homenagem aos irmãos abolicionistas Antônio e André Rebouças ? nessa ordem nas fotos abaixo. Antiga reivindicação do Clube de Engenharia do Rio, as esculturas estão sendo produzidas por Edgar Duvivier.

taxi.jpg

taxi.jpg

CANETADAS DE TALENTO

historias-cariocas-04.jpg

historias-cariocas-04.jpg

Munido de caneta esferográfica, folhas de papel e muito detalhismo, o ilustrador Paulo Mariotti registrou, por dez anos, o Rio que andou vendo nas férias e feriados ? ele mora há décadas na Europa e aparece no Brasil eventualmente. O resultado está em Aqui: Crônicas Cariocas, livro de desenhos que será lançado no Instituto Moreira Salles, na Gávea, no dia 28. As cenas do cotidiano, com gente comum, como estes dois num orelhão do Flamengo, ganharam aspecto de azulejaria portuguesa, pelo tipo de traço e pelo uso do azul sobre branco.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s