Hemorio vacina doadores contra febre amarela

Para incentivar a doação, hemocentro oferece imunização para quem doar sangue na unidade

O Hemorio vai aplicar doses da vacina contra a febre amarela a partir desta terça-feira (21), mas será necessário se candidatar a doar sangue para receber a imunização. Apenas poderá ser vacinado no hemocentro fluminense quem doar ou for avaliado na triagem e considerado inapto para a doação.

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde, a medida tem o objetivo de evitar o desabastecimento de sangue, já que, quando uma pessoa é vacinada contra a febre amarela, seu sangue fica inapto para a doação por quatro semanas. Neste período, o vírus causador da doença, ainda que atenuado, pode ser encontrado no sangue das pessoas já imunizadas.

Como há previsão de vacinação em massa contra a doença na região metropolitana, a tendência é que os estoques diminuam.

A capacidade do Hemorio é 400 doadores por dia, e o sangue coletado abastece principalmente emergências de grandes hospitais da capital, maternidades e outras unidades de saúde, além de outras cidades, quando é necessário.

O hemocentro funciona sete dias da semana, das 7h às 18h, na Rua Frei Caneca, n° 8, no centro do Rio. Mais informações sobre a doação e a campanha podem ser obtidas pelo telefone 0800 282 0708.

Veja também
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Samuel Suntuoso Galvão de Tavares

    juntos e estavam se preparando para ir a público para divulgar o resultado de suas pesquisas.
    Mas foi então que foram “calados”…
    O dr Ted Broer concedeu uma entrevista sobre os médicos mortos.
    Ele concedeu essa entrevista ao programa de rádio Hagmann & Hagmann) explicando os motivos da morte.
    O Dr Broer chegou a dizer, na entrevista, a seguinte frase: “Eu estou me suicidando falando essas informações”.