Circuito da Liberdade

Nesta segunda (31), dia que marca os 50 anos do golpe que instaurou a ditadura no país, prefeitura reconhece sete endereços cariocas importantes na luta pela democracia

O Rio ganhou um novo roteiro que não é exatamente turístico, mas tem extrema importância histórica. Nesta segunda (31), data que marca os 50 anos do golpe militar no país, foi lançado o Circuito da Liberdade, com sete endereços na cidade valiosos para a democracia. Através do Instituto Rio Patrimônio da Humanidade, a prefeitura vai instalar placas com informações em 140 caracteres sobre cada um destes lugares.

Na fachada da antiga sede da Ordem dos Advogados do Brasil, por exemplo, a chapa vai homenagear a funcionária da OAB Lyda Monteiro da Silva, que morreu ao abrir uma carta-bomba em agosto de 1980. No futuro, a ideia é ampliar o circuito com locais que remetam a essa e outras lutas pela liberdade.

Veja na galeria a seguir os locais homenageados até o momento.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s