Cachoeira do Horto

30 setembro 2011 | 6 comentários

Para comemorar a chegada da primavera o Trilhas de hoje entra na mata para se refrescar. Nesta época do ano já podemos voltar a nos banhar em cachoeiras sem passar tanto frio. A Cachoeira do Horto, no Jardim Botânico, é um programa bacana, com fácil acesso e caminhada de pequeno grau de dificuldade.

Para chegar é simples. Siga a rua Pacheco Leão até o a placa Horto. Vire à direita e siga subindo paralelo ao parque Jardim Botânico. Passe pelo ponto final de ônibus e siga à direita na placa Vista Chinesa. Ao passar pela guarita do Parque Nacional da Tijuca siga mais uns 500m. Logo você verá vários carros estacionados e uma “piscina” de água natural bem perto do asfalto. A entrada é por ali, mas para chegar à cachoeira do Horto você precisa subir mais uns 15 minutos. Na trilha você passará por uma antiga represa que abastecia a nossa cidade, e em alguns trechos as raízes das árvores servirão de degraus. Vá com um tênis de boa aderência e segure firme nos troncos, mas sempre atento para ver onde irá apoiar as mãos!

Ao chegar você verá a queda d´água e poderá estender a sua canga em alguma pedra “confortável” do entorno, molhar os pés no pequeno laguinho que se forma ao final da cachoeira, e por ali ficar umas boas duas horas relaxando, lendo um livro, observando a paisagem, pegando um sol, ouvindo o canto dos passarinhos… Esta cachoeira é um local de paz no coração da zona sul. Ah, a ducha natural também funciona como uma ótima massagem para as costas. Depois me conta se gostou! Bom finde.

Tags: | Publicado em: Passeios
Comentários
  • Nome*:
  • Email*:
  • Site:
  • Comentário*:

  • Márcio

    Pedro, você esqueceu de comentar sobre os despachos de macumba (contendo inclusive animais mortos) e as vezes um defunto aqui e outro ali para completar o ambiente. Infelizmente o ser humano é uma praga para o planeta.

  • Carolina Senra

    Laíza, vc pode pegar o 409 e saltar no ponto final, depois ir caminhando...

  • Laíza

    Como se chega lá sem carro? Tem algum ônibus que deixe relativamente perto?

  • Mariano

    Esquisito este comentário do Pedro. O que seria entorno ? Seria o Parque Nacional da Tijuca ou da cachoeira meso, porque não vejo u sinto o que ele viu e cheirou.

  • Carolina Senra

    é, pedro, infelizmente às vezes as atrações naturais encontram-se em estado nada agradável... o brasileiro ainda tem que aprender muito com a lei "é dando que se recebe". uma pena, mas a gente segue em frente. final de praia também me bate uma tristeza das pessoas que comem e deixam seus "restos" na areia...

  • Pedro

    Você esqueceu de mencionar que ao chegar lá a pessoa vai logo sentir cheiro de fezes em algumas áreas no entorno e notar a presença de camisinhas e modesses usados no chão. Tirando esses "pequenos" detalhes, o lugar é muito lindo mesmo. Exceto em finais de semana e feriados quando é invadido por uma multidão um tanto mal educada.