Um Passeio pelo Rio: a Cidade nas Andanças de Joaquim Manuel de Macedo

Veja Rio
starsstarsstarsstarsstars

Resenha por Rafael Teixeira

Com cerca de 20 metros quadrados, a Pequena Galeria do Instituto Moreira Salles faz jus ao nome por suas exíguas dimensões, mas a riqueza das mostras ali abrigadas compensa com sobras o potencial contratempo. A história se repete nesta reunião de mais de cinquenta itens do acervo iconográfico do IMS, entre desenhos e gravuras. Textos sobre o Rio publicados na imprensa pelo escritor Joaquim Manuel de Macedo (1820-1882) inspiram a seleção de obras do início do século XIX. Trata-se de uma prazerosa viagem no tempo para apaixonados pelo Rio, que devem se deter diante dos trabalhos, especialmente as paisagens. Em ilustração feita por volta de 1817, em nanquim e aquarela, do austríaco Franz Joseph Frühbeck, por exemplo, o conhecido Passeio Público, no Centro, surge com uma beleza bucólica que não tem hoje, cercado apenas por poucas edificações.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s